PUBLICIDADE

Análise da F1: erro de Norris foi desistir da luta na chuva

Para os jornalistas do Parabólica, Norris deveria ter apostado também na disputa com Hamilton também na chuva. Veja o vídeo com a análise

26 set 2021 21h05
| atualizado em 27/9/2021 às 09h30
ver comentários
Publicidade
Norris e Hamilton no GP da Rússia.
Norris e Hamilton no GP da Rússia.
Foto: F1 / Divulgação

Lando Norris, da McLaren, não ganhou o GP da Rússia, mas acabou ofuscando a 100ª vitória de Lewis Hamilton na Fórmula 1. Nesta Análise do GP da Rússia, os jornalistas Lito Cavalcanti, Priscila Cestari e Sergio Quintanilha comentam os principais aspectos da emocionante corrida no circuito de Sochi. Para Lito e Quintanilha, o erro de Norris não foi ter se negado a trocar de pneus enquanto Hamilton estava na pista, mas sim desistir de numa disputa na chuva.

“Lando errou ao desistir de competir com o Lewis na pista molhada”, disse Quinta. “Quando Lando decidiu ir para o boxe, a pista já estava bem molhada. Tecnicamente ele fez o certo, que é olhar para a pista, e a pista estava dando condições para andar com os pneus slick. Lando quis ganhar a corrida antes de a corrida terminar.”

Para Priscila Cestari, o erro de Norris fez com que Hamilton voltasse a merecer a condição de destaque da corrida, pois ele acabou se recuperando do erro que havia cometido na classificação. “Lewis dormiu pensando no erro que ele havia cometido”, observou Priscila. “A gente já viu isso outras vezes. O Hamilton dá essa escorregada na classificação e no dia seguinte ele vem pra cima como se não houvesse amanhã, como se fosse a vitória mais importante.”

Lito Cavalcanti destacou a forma como a Mercedes estragou a corrida de Valtteri Bottas, trocando seu motor sem necessidade técnica e jogando-o para o fundo do grid. “É mais uma mácula, uma mancha na imagem da Mercedes. Vocês me perdoem o tom, mas eu achei revoltante a atitude da Mercedes”, disse Lito. “Entendo perfeitamente a passividade do Bottas. Se ele pode segurar o Verstappen lá atrás, por que não poderia segurar o Verstappen quando ele chegasse atrás dele?”

Lito, Priscila e Quintanilha comentaram também sobre a ética na Fórmula 1 e dentro das equipes. Os jornalistas do Parabólica sugeriram ainda a eliminação do rádio nas corridas e a redução dos compostos de pneus, além de comentar a atuação de vários outros pilotos, como Carlos Sainz, Daniel Ricciardo, Sergio Pérez, Fernando Alonso, George Russell e Lance Stroll. Assista o vídeo completo, que tem cerca de 30 minutos de conversas, debates e análises do GP da Rússia.

Análise do GP da Rússia com Lito, Priscila e Quintanilha:
Parabólica
Publicidade
Publicidade