PUBLICIDADE

Alonso volta ao pódio da F1 após 7 anos e é o piloto do dia

Fernando Alonso faz boa corrida, se segura no terceiro lugar e conquista primeiro pódio desde 2014. Atuação rendeu prêmio de piloto do dia

21 nov 2021 13h43
| atualizado em 22/11/2021 às 17h14
ver comentários
Publicidade
Fernando Alonso celebra pódio conquistado no Catar
Fernando Alonso celebra pódio conquistado no Catar
Foto: FIA / Twitter

Fernando Alonso, 40 anos, é um dos grandes nomes da história da Fórmula 1. Mesmo sendo reconhecido como um piloto de talento acima da média, o espanhol não conseguia um lugar no pódio desde o Grande Prêmio da Hungria de 2014, quando ainda era piloto da Ferrari. Mais de 7 anos depois, ele volta ao palco dos três melhores de uma corrida.

Alonso saiu da Ferrari em 2015, e correu quatro por anos pela McLaren em um momento bastante conturbado da equipe inglesa. Nos últimos dois anos, o espanhol ficou de fora da F1, se aventurando por ralis, endurance e ovais. Para esse ano, Alonso voltou à categoria para correr pela equipe pela qual conquistou seu bicampeonato em 2005 e 2006. Ok, o nome agora é Alpine, mas todos sabemos que ainda é a boa e velha Renault.

Análise do GP do Qatar: Alonso brilha e Hamilton encosta:

Mesmo não tendo um dos carros mais competitivos, Alonso viu seu companheiro Esteban Ocon vencer uma prova, na Hungria. Sua vez de voltar ao pódio demorou um pouco mais, mas chegou nesse domingo (21). Beneficiado pelas punições no grid de Verstappen e Bottas, Alonso largou do 3º lugar no GP do Catar. Ele chegou a ultrapassar Gasly e andar em 2º por algum tempo, até ser superado por Verstappen e voltar ao 3º posto.

Mais para a frente na prova, Sergio Perez, que vinha em corrida de recuparação pela Red Bull, deixou Alonso para trás. Mas o mexicano estava em uma estratégia de uma parada a mais, que o relegou à 4ª posição após a segunda parada. O espanhol se segurou até o final com apenas uma troca de pneus e cruzou a linha de chegada em 3º, atrás apenas dos líderes do campeonato, Hamilton e Verstappen. Esse foi o 97º pódio da carreira de Alonso, estatística em que é o 6º da história da F1.

Alonso leva seu Alpine pela corrida noturna do Catar
Alonso leva seu Alpine pela corrida noturna do Catar
Foto: FIA / Twitter

A atuação de Alonso foi reconhecida pelo público. Em votação aberta para melhor piloto do dia, o espanhol obteve a maioria dos votos dos fãs. Além disso, ele abriu vantagem na disputa paralela criada pela F1 esse ano de piloto com mais ultrapassagens na temporada. Uma belíssima temporada de retorno para o quarentão.

Alpine abre vantagem no 5º lugar entre os construrores
Na acirrada briga entre Alpine e AlphaTauri pelo 5º lugar no campeonato de construtores, as duas equipes chegaram ao Catar rigorosamente empatadas em 112 pontos. Pierre Gasly, da AlphaTauri, andou bem em todos os treinos livres e largou de um ótimo 2º lugar no grid, à frente de Alonso.

Mesmo assim, o resultado da corrida de Losail foi extremamente positivo para a Alpine. Com Alonso em 3º e Ocon em 5º, a equipe somou 25 pontos. Já a AlphaTauri teve um dia ruim, e viu seus dois pilotos fora da zona de pontuação, terminando a prova zerada.

Agora, a Alpine chega a 137 pontos, uma vantagem confortável sobre os 112 da AlphaTauri. Com duas corridas para o fim do campeonato, a equipe francesa fica mais tranquila para conquistar a almejada 5ª posição, atrás de Mercedes, Red Bull, Ferrari e McLaren.

 

Parabólica
Publicidade
Publicidade