5 eventos ao vivo

Paraense Sammliz dá sequência a sua nova fase com "Irmã"

Música tem produção de Mateus Estrela e estará no próximo EP da cantora, "Leviatã Lux"

18 ago 2020
10h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Cena do clipe "Irmã", da cantora paraense Sammliz
Cena do clipe "Irmã", da cantora paraense Sammliz
Foto: Bernie Walbenny

A cantora e compositora paraense Sammliz lança nesta terça (18), "Irmã", mais uma canção que estará no seu próximo projeto, o EP "Leviatã Lux", cuja faixa-título foi lançada no final do ano passado.

O single dançante tem produção e mixagem de Mateus Estrela (STRR) e foi escrita há dois anos, em meio a um estraçalhamento emocional vivido pela cantora. 

Na época, ela chegou a se afastar da música e dos palcos por um longo tempo. "Irmã" narra uma história pessoal, mas que pertence a qualquer um que foi ferido, perseguido/stalkeado por alguém que está claramente operando com seu lado mais sombrio, mas que, diante dos outros, se mostra outra pessoa. 

"É uma provocação sobre empatia, sororidade, cuidado com o semelhante, o amor, e também uma auto reflexão sobre quem somos nós quando sangramos o outro. Quem somos nós em nossas escuridões", explica Sammliz.

A música ganhou forma em cima das bases criadas pela própria artista. "Comecei a escrever em cima dessa nova forma e foi quando conheci o Mateus Estrela (STRR), jovem produtor de música eletrônica paraense, parceiro ideal para dar forma e produzir essas novas músicas em que as guitarras saem do protagonismo, mas ainda estão lá, só que agora abrindo espaço total para elementos de música pop e eletrônica", diz.

Gravado em tempos de isolamento social, o projeto audiovisual já disponível no canal oficial da cantora no YouTube

O videoclipe, com imagens da renomada videomaker paraensa Adrianna Oliveira e direção de Bernie Walbenny e da própria Sammliz, traz a atmosfera íntima e confessional do tema da canção. Ela canta como numa conversa, refletindo sobre o que se esconde sob as aparências e uma pergunta pode saltar da narrativa da letra: o que cada um de nós é na escuridão?

Sammliz atuou por 11 anos como vocalista da cultuada banda Madame Saatan, de onde saiu em 2014 para seguir projeto solo. Em 2016, lançou seu primeiro disco solo intitulado "Mamba" com 10 faixas autorais.

Este novo single revela uma jornada de reinvenção que reserva ainda outras composições de Sammliz, já em processo de pré-produção para um futuro EP.

Siga @AdrianaDeBarros

 

Veja também:

Luciano chora ao falar sobre álbum gospel, "A Ti Entrego"
Nos Bastidores Nos Bastidores
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade