3 eventos ao vivo

Dermot Kennedy: Por que o Brasil precisa conhecer o cantor?

Com pegada folk, músico se destaca pelas letras carregadas de sofrimento e experiências atípicas

19 jan 2021
17h35
atualizado às 19h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Colaboração de Daniela Paixão, direto de Dublin (Irlanda)

Dermot Kennedy
Dermot Kennedy
Foto: Lucy Foster

Os versos são de partir a alma: "...eu aprendi que no amor e na morte a gente não decide..."; ou ainda "... existe uma certa beleza em sofrer..." e mais "... e se amor o que você merece você nunca encontrar?...'. Acredite, a lista de versos como os citados acima parece quase não ter fim.

Os mais críticos podem dizer que existe um bocado de obviedade nas letras de Dermot Kennedy, mas o fato é que o cantor e compositor irlandês transforma cada palavra numa faca afiada e a crava direto nos corações dos mais desavisados. O timbre de voz forte, melancólico carrega uma pegada folk envolta em acordes de violão, piano e guitarra.

Ao ouvir o repertório de Dermot Kennedy a gente espera encontrar um compositor com uma certa experiência de vida, mas o fato e que o cantor tem apenas 29 anos de idade. Causa estranheza que alguém tao jovem possa compor letras carregadas de sofrimento, paixão e lembranças típicas de quem já amou muito vida afora. E sofreu.



O primeiro álbum de Dermot Kennedy foi lançado em outubro de 2019, mas a carreira do jovem começou por volta dos 17 anos de idade e ao longo de uma década ele p^ode ser visto cantando pelas ruas de Dublin, capital irlandesa, algumas boas vezes. O gosto pela música, presente no sangue irlandês, fez com que o rapaz frequentasse uma faculdade de musica clássica durante três anos.

Dermot Kennedy também já foi atração em festivais como Lollapalooza e Coachella em 2018 e 2019. Ainda em 2019, quando suas músicas atingiram a marca de mais de 300 milhoes de downloads se apresentou no palco do consagrado “The Ellen Show” (apresentado por Ellen DeGenere). Em 2020, foi nomeado pelo BRIT Awards na categoria cantor solo do ano ao lado de nada mais nada menos que Bruce Springsteen. Praticamente todos os shows da turnê de 2020 tiveram os ingressos esgotados, mas por conta do Covid foram remarcados para 2021.

Ah! Apesar da pegada melancólica até com um toque sombrio não poderia terminar esse texto sobre Dermot Kennedy sem avisar: meninas do Brasil, se segurem, ele é lindo de viver!

*As músicas citadas acima e traduzidas numa livre versão pela autora deste artigo são: “Without Fear” and “Lost”

Serviço
Dermot Kennedy
Website: Dermotkennedy.com
Álbum: “Whitout Fear”
Canções que estouraram na Europa e EUA: Giants; Power Over Me; Lost; Paradise
Gravadora: Island Records

Veja também:

Justin Timberlake pede desculpa a Britney Spears: "Falhei"
Nos Bastidores Nos Bastidores
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade