PUBLICIDADE

Badauí fala sobre a saída de Japinha do CPM 22 e nova fase

Vocalista é um dos fundadores da banda que comemora 25 anos de história

29 ago 2020 14h27
| atualizado às 14h41
ver comentários
Publicidade

No ano em que completa 25 anos, o CPM 22 se viu em meio a decisões importantes para dar novo rumo à banda. No papo que tive na última sexta (28), o vocalista Badauí explicou como desenrolou o caso com o guitarrista Luciano Garcia sobre a saída de Ricardo Japinha.

O baterista teve seu nome envolvido em supostos casos de assédio. Desde que conversas entre ele e uma menor foram vazadas, em junho, o músico estava afastado da banda.

Na semana passada, já com a nova formação, eles iniciaram nova fase com o lançamento da inédita "Escravos" que, além do vocalista Badauí e dos guitarristas Luciano Garcia e Phil Fargnolli, conta com o Ali Zaher (ex-Reffer) no baixo e Daniel Siqueira (Garage Fuzz) na bateria.

Relembramos também momentos inesquecíveis da banda como o primeiro show no Hangar, importante pico do punk rock e hardcore de São Paulo, e a participação no Palco Mundo do Rock in Rio 2015.

Siga @AdrianaDeBarros

 

Nos Bastidores Nos Bastidores
Publicidade
Publicidade