2 eventos ao vivo

Volvo XC60 e XC40 dominam as vendas de importados em julho

Marcas filiadas à Abeifa somaram alta de 11% nas vendas, mas balanço dos carros importados ainda é 4,1% inferior a julho do ano passado

3 ago 2020
18h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Volvo XC60: liderança de vendas entre os carros importados da Abeifa em julho.
Volvo XC60: liderança de vendas entre os carros importados da Abeifa em julho.
Foto: Volvo / Divulgação

As vendas de carros importados tiveram aumento de 11% em julho, com 2.831 unidades licenciadas. Os números foram divulgados pela Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores), que reúne 15 marcas. Em relação a julho do ano passado, as vendas recuaram 4,1%. O acumulado dos primeiros sete meses de 2020 apresenta queda de 25,4%: foram 14.304 vendas este ano contra 19.168 no ano passado.

A dupla de SUVs da Volvo, XC60 e XC40, lideraram o ranking de importados da Abeifa em julho. Em 1º lugar ficou o Volvo XC60 com 281 emplacamentos, número muito próximo ao do Volvo XC40, 2º colocado com 243. Em 3º lugar chegou o Land Rover Evoque com 184 vendas. Completando o ranking top 5 da Abeifa, o Kia Sportage ficou em 4º lugar com 146 unidades e o Range Rover Sport terminou o mês em 5º com 106.

Range Rover Sport: apesar do alto preço, o SUV de luxo entrou no ranking top 5 de julho.
Range Rover Sport: apesar do alto preço, o SUV de luxo entrou no ranking top 5 de julho.
Foto: Land Rover / Divulgação

A Volvo liderou também o ranking de marcas, com 691 vendas em julho. O pódio foi completado pela Kia Motors, que emplacou 580 unidades, e pela Land Rover com 494 carros emplacados. Considerando somente os veículos importados pelas associadas da Abeifa, o market share foi de 1,7%. Com 5.555 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa foi de 3,4% do mercado total de automóveis de passageiros e comerciais leves (163.083 unidades).

No acumulado do ano, os veículos importados da Abeifa, com 14.304 unidades, representam participação de 1,5% do mercado interno. Somadas as unidades importadas e nacionais (total de 28.840), o market share das associadas à entidade é de 3,1%.

Volvo XC40: um dos carros híbridos da Abeifa, que é responsável por 46,3% do nicho.
Volvo XC40: um dos carros híbridos da Abeifa, que é responsável por 46,3% do nicho.
Foto: Volvo / Divulgação

Quanto às marcas que também têm produção nacional, BMW, Caoa Chery, Land Rover e Suzuki fecharam julho com 2.724 unidades emplacadas, total que representou aumento de 27,3% em relação a junho de 2020, e também alta de 2,7% ante julho de 2019. No acumulado do ano, a produção nacional da Abeifa tem baixa de 15,4%.

“Aos poucos, as nossas associadas retomam vendas mais expressivas, mesmo diante dos impactos da pandemia e da valorização das moedas dólar e euro”, explica João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa. “Mesmo com esse cambial desfavorável, nossas associadas têm sido responsáveis por 46,3% dos veículos híbridos e elétricos vendidos no país este ano.”

 

Veja também:

Eldorado Expresso: Fome no Brasil
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade