PUBLICIDADE

T-Cross Sense volta por R$ 92.990 e agora para todo mundo

Antes exclusivo do público PCD, Volkswagen T-Cross Sense retorna, mantém câmbio automático de 6 marchas e será vendido também no varejo

14 jun 2021 17h59
ver comentários
Publicidade
Volkswagen T-Cross Sense retorna por R$ 92.990 e será vendido também no varejo.
Volkswagen T-Cross Sense retorna por R$ 92.990 e será vendido também no varejo.
Foto: VW / Divulgação

A Volkswagen anunciou nesta segunda (14) o retorno da versão Sense para o modelo T-Cross. Criada para atender inicialmente ao público PCD (Pessoa com Deficiência), a versão Sense será vendida agora também para os clientes de varejo. O Volkswagen T-Cross Sense 2021 já está disponível nas concessionárias da marca alemã pelo preço de R$ 92.990, e será a opção mais em conta do SUV com câmbio automático de seis marchas.

Dentre os equipamentos de série, o Volkswagen T-Cross Sense oferece seis airbags, ar-condicionado, direção elétrica, travas elétricas, vidros elétricos nas quatro portas, faróis de neblina e luzes diurnas de led, lanternas traseiras de led, faróis com regulagem de altura, rack de teto, alarme e volante multifuncional. No entanto, o SUV fica devendo itens como a central multimídia e rodas de liga leve.

Há ainda freios a disco nas quatro rodas com ABS, assistente de frenagem de emergência,  assistente de partidas em rampas, controles de tração e estabilidade, além de bloqueio eletrônico do diferencial. Para esta versão, o T-Cross é oferecido nas cores sólidas Preto Ninja e Branco Puro, e na metálica Prata Sargas. Já o revestimento dos bancos é em tecido na cor cinza. Produzido em São José dos Pinhais (PR), o Volkswagen T-Cross Sense é equipado com o motor 1.0 TSI de três cilindros, que oferece 128 cv e 200 Nm de torque, sempre com um câmbio automático de seis marchas.

A recente aprovação da Medida Provisória 1034/21, aprovada pela Câmara dos Deputados, que aumentou o teto de preços dos carros PCD para R$ 140 mil pode ter influenciado o retorno da versão Sense, que teve as vendas suspensas pela Volkswagen em novembro do ano passado. Vale lembrar que a configuração era oferecida abaixo do antigo teto de R$ 70 mil, sendo uma das mais procuradas pelo público PCD e representando boa parte das vendas do T-Cross. Vale lembrar que a MP agora depende da aprovação do Senado para se tornar lei.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade