PUBLICIDADE

Mini clássico ganha versão 100% elétrica de 122 cv

Programa Mini Recharged será oferecido apenas no Reino Unido e torna o Mini clássico um carro 100% elétrico com alcance de 160 km

27 jan 2022 11h56
| atualizado em 28/1/2022 às 11h52
ver comentários
Publicidade
Mini clássico pode se tornar 100% elétrico
Mini clássico pode se tornar 100% elétrico
Foto: Mini/Divulgação

Um ícone inglês eletrificado. A montadora britânica Mini acaba de anunciar um programa para converter o Mini original de 1959 em um carro elétrico. Desenvolvido pela fábrica da marca em Oxford (Inglaterra), o projeto Mini Recharged substitui componentes como o motor a combustão por um propulsor 100% elétrico movido a bateria seguindo um conceito de economia circular.

O projeto Mini Recharged começou a ser desenvolvido há quase 4 anos, após a apresentação de uma unidade do clássico Mini convertida em elétrica durante o Salão do Automóvel de Nova York de 2018. Após a reação positiva do público, uma equipe dedicada da fábrica da Mini em Oxford começou a trabalhar e desenvolveu o plano para disponibilizar essa alternativa aos clientes que possuem um Mini clássico. 

Motor elétrico é 3 vezes mais potente que o original
Motor elétrico é 3 vezes mais potente que o original
Foto: Mini/Divulgação

De acordo com a Mini, todas as alterações realizadas são reversíveis, o que torna possível restaurar o Mini clássico à sua condição original posteriormente. Durante a conversão, o motor original de cada veículo é marcado e armazenado para que possa ser reutilizado em caso o proprietário queira tornar o Mini um carro a combustão novamente. Cada veículo convertido também recebe um número individual, tornando-o único.

Por fora, o visual do Mini clássico permanece o mesmo. A única mudança estética é a ausência do escapamento, uma vez que se trata de um carro elétrico. Sob o capô, o Mini Recharged troca o motor a combustão original de apenas 40 cv por um moderno motor elétrico de 122 cv (90 kW). De acordo com a marca inglesa, o Mini clássico eletrificado acelera de 0 a 100 km/h em aproximadamente 9 segundos. 

Painel de instrumentos mostra alcance de até 160 km
Painel de instrumentos mostra alcance de até 160 km
Foto: Mini/Divulgação

A energia é fornecida por uma bateria de alta tensão, que pode ser carregada com uma potência de até 6,6 kW e permite um alcance de cerca de 160 quilômetros. Por dentro, todo Mini clássico eletrificado do Mini Recharged recebe um novo painel de instrumentos central, que passa a exibir dados como a temperatura de condução, marcha selecionada, alcance e velocidade. 

“O que a equipe de projeto está desenvolvendo preserva o caráter do clássico Mini e permite que seus fãs desfrutem de desempenho totalmente elétrico. Com o Mini Recharged, estamos conectando o passado com o futuro da marca”, afirma Bernd Körber, chefe da marca Mini. O programa Mini Recharged também se alinha à estratégia da própria Mini, que pretende lançar apenas carros elétricos a partir de 2025.

Mini Recharged: apenas no Reino Unido
Mini Recharged: apenas no Reino Unido
Foto: Mini/Divulgação

A montadora inglesa ainda destaca que, além dos benefícios em relação ao meio ambiente, os proprietários do Mini elétrico também poderão utilizar o veículo nas zonas de condução elétrica ou de baixa emissão de muitas grandes cidades europeias, que limitam a entrada de carros a combustão mais antigos em determinadas áreas. Além disso, a conversão clássica não precisa de um novo registro. Inicialmente, o serviço será oferecido pela Mini apenas no Reino Unido. O preço da conversão elétrica não foi divulgado pela marca.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade