0

Kia e Volvo dominam vendas dos importados da Abeifa

Abeifa vendeu 4,9 mil carros em janeiro e se mantém preocupação com pandemia, dólar e instabilidade macroeconômica

2 fev 2021
19h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Kia Cerato: 3º lugar nas vendas da Abeifa em janeiro de 2021.
Kia Cerato: 3º lugar nas vendas da Abeifa em janeiro de 2021.
Foto: Divulgação

Kia Motors e Volvo foram as marcas dominantes do ranking de importados da Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores). A marca coreana vendeu 593 carros, seguida da sueca com 546. No ranking por modelos importados, a Volvo deu o troco e conquistou os dois primeiros lugares com a dupla XC60 e XC40, deixando o Kia Cerato em terceiro.

Na importação, as 2.010 unidades vendidas significaram redução drástica (-16,5%) perante os números de janeiro de 2020. Em relação ao mês passado, os veículos importados registraram queda ainda maior (-17%). Veja o ranking.

TOP 5 ABEIFA JANEIRO
P. CARRO VENDAS
1 VOLVO XC60 306
2 VOLVO XC40 227
3 KIA CERATO 127
4 BMW X5 105
5 KIA SPORTAGE 101
P. MARCA VENDAS
1 KIA MOTORS 593
2 VOLVO 546
3 LAND ROVER 263
4 PORSCHE 224
5 JAC MOTORS 124

Considerando também as vendas de carros nacionais, as 15 marcas filiadas à Abeifa licenciaram um total de 4.909 unidades. Houve uma ligeira queda (0,4%) em relação a janeiro de 2020. Já o licenciamento de veículos produzidos no Brasil pelas marcas da Abeifa atingiram 2.899 unidades (+14,9% em relação a janeiro e -34,7% em comparação com dezembro).

João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa: ano começa muito lento para a importação de carros, por isso a alíquota é importante.
João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa: ano começa muito lento para a importação de carros, por isso a alíquota é importante.
Foto: Abeifa / Divulgação

“O ano de 2020 foi extremamente difícil para o nosso setor, por conta da pandemia e da desvalorização do câmbio”, disse João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa. “Agora o ano começa, para a importação, ainda muito lento, registrando reduções expressivas de vendas sobre bases fracas do ano passado.” 

A Abeifa continua insistindo para o governo federal reduzir a alíquota do imposto de importação dos atuais 35% para 20%, que seria um percentual equivalente à Tarifa Externa Comum do Mercosul. Os motivos são óbvios: alta do dólar e do euro, principais moedas de negociação internacional de importação.

Volvo XC60: 1º lugar no ranking de carros importados da Abeifa.
Volvo XC60: 1º lugar no ranking de carros importados da Abeifa.
Foto: Volvo / Divulgação

Segundo a Abeifa, com as 4.909 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa foi de apenas 3% do mercado total de autos e comerciais leves (162.567 unidades). Quanto aos carros importados, a participação da Abeifa foi de 1,2% do mercado interno brasileiro.

Veja também:

Novo Nissan Kicks 2022 dá um salto de qualidade
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade