3 eventos ao vivo

Honda WR-V 2021 modifica visual e ganha versão de entrada

Com mudanças discretas, mas disposto a combater Volkswagen Nivus, WR-V foi desenvolvido na Tailândia e parte de R$ 83.400. Veja o vídeo

17 set 2020
13h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Honda WR-V 2021: desenvolvido na Tailândia, com mudanças visuais e mais segurança.
Honda WR-V 2021: desenvolvido na Tailândia, com mudanças visuais e mais segurança.
Foto: Honda / Divulgação

O Honda WR-V tem um papel importante dentro da linha Honda: é o carro de entrada para o segmento de SUVs. Por isso, ele é responsável por 22% das vendas dos utilitários esportivos da Honda. O WR-V não é exatamente um SUV, mas sim um crossover muito bem construído sobre a base do Fit. Agora ele chega à linha 2021 com mudanças visuais e ganha uma versão de entrada para se defender do ataque do Volkswagen Nivus.

Visualmente, o Honda WR-V recebeu uma frente redesenhada na linha 2021. O resultado foi bom; deixou o carro mais imponente. Na traseira, o polêmico desenho das lanternas foi mantido, mas elas ganharam luzes de LED nas duas versões superiores. De forma geral, o WR-V teve também teve o acréscimo de alguns equipamentos de segurança. Porém, a nova versão de entrada é básica nesse sentido, pois conta com apenas dois airbags (obrigatórios por lei).

Honda WR-V tem três versões entre R$ 83.400 e R$ 94.700 e se destaca pelo custo de propriedade.
Honda WR-V tem três versões entre R$ 83.400 e R$ 94.700 e se destaca pelo custo de propriedade.
Foto: Honda / Divulgação

O Honda WR-V 2021 foi desenvolvido na Tailândia e tem três versões: LX por R$ 83.400, EX por 90.300 e EXL por R$ 94.700. Não são preços baixos, porém a Honda argumenta que o custo de propriedade de seu carro compensa o custo de aquisição. Segundo uma pesquisa apresentada durante a live de lançamento do WR-V 2021, o modelo da Honda deprecia -38,7% e -47,7% em relação ao Nissan Kicks e Ford EcoSport. Isso resultaria, segundo a Honda, numa vantagem financeira de R$ 11 mil e R$ 16 mil.

A nova grade frontal tem desenho horizontal e área cromada mais estreita. Os faróis foram redesenhados. Os faróis de neblina (disponíveis em todas as versões) ganharam nova moldura. As três versões contam com luzes diurnas de LED; nas versões EX e EXL todo o conjunto ótico é de LED. Na traseira, um novo para-choque acrescentou 6,7 cm no comprimento do carro. O friso superior da placa, que antes era cromado, agora tem a cor da carroceria. Nas laterais, a novidade fica por conta das rodas de 16, com novo acabamento escurecido nas versões EX e EXL.  

Central multimídia 7" com Android Auto e Apple CarPlay está disponível na versão intermediária.
Central multimídia 7" com Android Auto e Apple CarPlay está disponível na versão intermediária.
Foto: Honda / Divulgação

Por dentro, as versões LX e EX receberam uma nova padronagem de maior qualidade e relevo nos bancos de tecido, enquanto a EXL traz novas costuras pretas nos bancos de couro. O painel teve algumas modificações nas cores e utilização de black piano e detalhes cromados. Embora não seja novidade, um ponto alto do Honda WR-V é o sistema de bancos Magic Seat, que permite diversas configurações.

Traseira do WR-V 2021 foi alongada devido ao novo para-choque que cresceu 6,7 cm.
Traseira do WR-V 2021 foi alongada devido ao novo para-choque que cresceu 6,7 cm.
Foto: Honda / Divulgação

O motor continua sendo o 1.5 i-VTec aspirado, que entrega 115/116 cv de potência (gasolina/etanol) e 149/150 Nm de torque (g/e). A potência máxima está disponível a 6.000 rpm e o torque máximo surge a 4.800 rpm. Em breve faremos uma avaliação do Honda WR-V 2021 para sentir como o carro se comportou com as mudanças da linha 2021. Uma boa novidade são as aletas para trocas de marcha manuais na versão EX (antes só havia na EXL). Na linha 2021, o WR-V EX também incorpora sensores de estacionamento traseiros e sistema de áudio com dois tweeters adicionais aos quatro alto-falantes.

Quadro de instrumentos deve atualização nas cores utilizadas e permanece como era antes.
Quadro de instrumentos deve atualização nas cores utilizadas e permanece como era antes.
Foto: Honda / Divulgação

Uma modificação interessante foi a introdução de equipamentos de segurança em toda a linha 2021, como controles de estabilidade e tração (VSA), assistente de partida em subida e alerta de frenagem de emergência como equipamentos de série. O modelo também traz sensor crepuscular, para o acendimento automático dos faróis, com regulagem de altura do facho na versão topo de linha. Todas as versões do WR-V trazem freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem), estrutura de deformação progressiva e barras de proteção nas portas. A versão EX  tem quatro airbags; a EXL tem seis.

Honda WR-V ganhou equipamentos importantes, como controle eletrônica de estabilidade.
Honda WR-V ganhou equipamentos importantes, como controle eletrônica de estabilidade.
Foto: Honda / Divulgação

Desde seu lançamento, o Honda WR-V agrada pela dirigibilidade. Ele tem altura mínima do solo superior ao de carros como Volkswagen Nivus, Nissan Kicks e Ford EcoSport (considerados seus concorrentes pela Honda). Um destaque é para o raio de manobra de apenas 5,3 metros. Com três anos de garantia sem limite de quilometragem, o Honda WR-V 2021 começará a ser vendido em outubro nas seguintes cores: Branco Tafetá (sólida), Prata Platinum, Cinza Barium (metálicas), Preto Cristal, Branco Estelar e Vermelho Mercúrio (perolizadas), além da nova Azul Cósmico (metálica).

Desempenho do Honda WR-V é moderado, devido ao motor 1.5 aspirado de 116 cv.
Desempenho do Honda WR-V é moderado, devido ao motor 1.5 aspirado de 116 cv.
Foto: Honda / Divulgação

 

Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade