PUBLICIDADE

Gasolina subiu 2,56% no Sudeste em apenas um mês

Gasolina foi comercializada a R$ 6,338 em setembro e Região Sudeste registrou a segunda maior média do Brasil, segundo a Ticket Log

11 out 2021 12h07
ver comentários
Publicidade
Gasolina subiu 2,56% em setembro
Gasolina subiu 2,56% em setembro
Foto: Petrobras

De acordo com o mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o preço da gasolina na Região Sudeste registrou, pelo terceiro mês consecutivo, média acima de R$ 6 nos postos de abastecimento. O combustível foi comercializado a R$ 6,338, o que representa uma alta de 2,56% quando comparado à média de agosto. Neste mês, a gasolina comercializada na região apresentou a segunda maior média do país, ficando atrás apenas do Centro-Oeste.

No Rio de Janeiro, o preço do combustível segue se destacando entre os 4 estados com a maior média, comercializado a R$ 6,675 – um aumento de 2,3% em relação ao mês anterior. Já em São Paulo, o cenário é inverso, com o litro da gasolina vendido pelo menor preço médio da Região, a R$ 5,839. Nos postos mineiros e capixabas, as médias registradas foram de R$ 6,481 e R$ 6,357, respectivamente. 

O etanol seguiu o mesmo padrão que a gasolina e foi comercializado com a maior média nas bombas fluminenses, a R$ 5,668. O combustível também apresentou o maior avanço em comparação com o mês anterior, que resultou em um aumento de 4,01% no preço médio. Já nos postos paulistas, o etanol foi encontrado pelo menor preço, a R$ 4,524, mas com a maior variação na região para o combustível, alta de 5,70%, no comparativo com agosto. 

Preço médio dos combustíveis
Preço médio dos combustíveis
Foto: Ticket Log/Divulgação

“Ainda que o preço da gasolina nos postos da Região Sudeste tenha fechado o trimestre acima de R$ 6, quando comparado ao etanol na relação 70/30, é a opção mais econômica para os motoristas que abastecem em Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro”, aponta Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil. 

O diesel e o diesel S-10 foram comercializados a R$ 4,765 e R$ 4,834, respectivamente. Já no recorte por estado, Minas Gerais apresentou o maior preço médio tanto para o tipo comum (R$ 4,87), quanto para o tipo S-10, a R$ 4,93. Em contrapartida, em São Paulo, as bombas marcaram o cenário inverso. O primeiro foi comercializado a R$ 4,677 e o segundo a R$ 4,724 – menores médias da Região.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade