0

Trump ameaça não sancionar leis até conseguir verba para muro

20 dez 2018
21h53
atualizado em 21/12/2018 às 07h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Presidente rejeita projeto de orçamento "tampão" apresentado pelo Congresso. Democratas afirmam que não vão aprovar financiamento para construção da barreira.O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, resolveu ameaçar o Congresso nesta quinta-feira (20/12) e disse que não sancionará nenhuma lei até que os parlamentares incluam no projeto de orçamento do país os recursos necessários para a construção de um muro na fronteira com o México.

Ontem, o Senado aprovou um projeto de orçamento que busca evitar uma paralisação parcial do governo. No entanto, a proposta não incluía o dinheiro pedido por Trump para as obras na fronteira.

"Estão começando a se dar conta é que eu não assinarei nenhuma das leis deles, incluindo a de infraestrutura, a menos que eu tenha uma segurança fronteiriça perfeita. Os Estados Unidos vencem!", afirmou Trump em mensagem publicada no Twitter.

Além disso, o presidente republicano acusou os democratas de colocar a política acima dos interesses do país.

Na quarta, o Senado aprovou um projeto de orçamento elaborado pelos republicanos com o consenso dos democratas. A proposta garante o financiamento do governo por sete semanas, a partir desta sexta-feira, quando expira a atual previsão orçamentária do governo. Mas Trump já avisou que não vai assinar essa lei.

"O Presidente [Donald Trump] informou-nos de que não vai assinar a lei vinda do Senado ontem [quarta-feira] à noite, devido às suas preocupações legítimas com a segurança nas fronteiras", declarou o presidente da Câmara baixa do Congresso dos Estados Unidos, o republicano Paul Ryan, após uma reunião entre republicanos e o chefe de Estado.

Esta decisão de Trump aumenta os riscos de uma paralisação parcial ("shutdown") da administração federal antes do Natal.

Em reunião na semana passada com os líderes democratas do Congresso, Trump disse que ficaria "orgulhoso" de forçar uma paralisação do governo para garantir o financiamento para o muro.

Os democratas, contudo, se mantêm firmes e afirmaram que não vão apoiar um orçamento que financie o muro de Trump na fronteira com o México - com custo estimado de 5 bilhões de dólares.

"O financiamento do muro não é um ponto de partida", disse a democrata Nancy Pelosi, provável sucessora de Ryan, quando os democratas retomarem a maioria da Câmara em 3 de janeiro. "Acho que eles sabem disso".

JPS/efe/lusa

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade