PUBLICIDADE

Windows 10 baixa ferramenta para Windows 11 que não pode ser removida

Atualização instala PC Health Check, que verifica requisitos para Windows 11; usuários estão encontrando dificuldades para remover a ferramenta

27 out 2021 23h35
ver comentários
Publicidade

O Windows 11 já está disponível, mas teve gente que preferiu esperar um pouquinho para evitar alguns bugs nestes primeiros meses. Mesmo assim, a Microsoft colocou em uma atualização do Windows 10 a ferramenta PC Health Check, que, entre outras coisas, serve para dizer se a máquina está pronta para a próxima versão do sistema operacional. Só que alguns usuários vêm relatando problemas para desinstalar esse componente.

PC rodando Windows 11
PC rodando Windows 11
Foto: Divulgação / Microsoft / Tecnoblog

O PC Health Check — também conhecido como Verificação de integridade do PC na versão em português brasileiro do Windows — vem como parte da atualização KB5005463 do Windows 10.

A ferramenta dá algumas informações básicas sobre as condições da máquina, como espaço livre no armazenamento, tempo de inicialização do sistema e estado das atualizações. Ela também traz uma verificação que mostra se o equipamento cumpre todos os requisitos para a instalação do Windows 11 — entre eles, o "polêmico" TPM 2.0, que deixou muita gente confusa.

Ferramenta volta depois de desinstalada

O programa é pequeno (ocupa pouco mais de 11 MB) e não atrapalha tanto (eu mesmo nem percebi que ele estava lá, no topo do menu Iniciar, como instalado recentemente). Mesmo assim, desinstalá-lo não tem sido tarefa fácil para alguns usuários ouvidos pelo site BleepingComputer.

Eles relatam que, mesmo depois de removido, o programa volta a aparecer quando o computador verifica se há atualizações. Para piorar, os usuários afetados também não conseguem reverter a atualização — ao tentar, o Windows diz que ela não foi instalada.

Como remover o PC Health Check

Por aqui, foi possível remover o PC Health Check sem grandes problemas, mas se você está não consegue remover a ferramenta, o BleepingComputer dá algumas instruções.

É preciso ir até o Editor de Registro do Windows (digite regedit na barra de busca) e navegar até a pasta do programa. Ela fica em HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\PCHC. Se há uma entrada chamada PreviousUninstall com o valor 0x00000001, quer dizer que o sistema já identificou a remoção e não vai instalar o programa novamente.

Se ela não estiver lá, crie a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\PCHealthCheck e insira um valor dword chamado installed com valor 00000001. O sistema deve identificar essa chave e não tentar instalar o programa novamente.

Windows 11 teve outros problemas

Este não foi a primeira questão que usuários enfrentaram na transição do Windows 10 para o 11. Em alguns computadores, a barra de tarefas da versão anterior continuava mesmo após a instalação. Em outros, a ferramenta de atualização dizia que computadores compatíveis não cumpriam os requisitos básicos -- neste caso, a Microsoft admitiu o erro e prometeu consertar. Além disso, PCs com processadores AMD tiveram uma redução em seu desempenho.

Com informações: BleepingComputer

Windows 10 baixa ferramenta para Windows 11 que não pode ser removida

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade