PUBLICIDADE

Windows 10 agora roda programas de Linux com interface gráfica

Programas de Linux com interface gráfica (GUI) podem rodar lado a lado com aplicativos do Windows 10 sem máquina virtual

21 abr 2021
0comentários
Publicidade

Talvez você seja muito jovem para se lembrar de quando a Microsoft dizia que o Linux era um "câncer". Isso mudou radicalmente: agora, programas para distribuições Linux que tenham interface gráfica podem rodar lado a lado com aplicativos do Windows 10, utilizando até mesmo aceleração gráfica por hardware, sem precisar de máquina virtual.

Windows e Linux
Windows e Linux
Foto: Divulgação / Microsoft / Tecnoblog

Nesta quarta-feira (21), a Microsoft cumpriu duas promessas que fez no ano passado, durante a conferência Build 2020: ela garantiu que o WSL (Windows Subsystem for Linux) teria suporte nativo a programas com interface gráfica de usuário (GUI), e que teria suporte a aceleração de hardware por GPU.

Com o WSL, já era possível executar um ambiente Linux no Windows 10 para rodar utilitários e ferramentas do Linux - desde que eles usassem apenas linha de comando. Graças ao novo recurso WSLg, programas com interface gráfica também vão funcionar.

Basicamente, quando você abre um aplicativo do Linux com GUI, o Windows carrega somente os recursos necessários para que ele se comunique com o sistema (Wayland, X Server etc.). Ou seja, você não verá o Ubuntu ou outra distribuição fazendo boot dentro do seu PC - a experiência é mais integrada. Ao fechar o programa, o WSL também é encerrado.

gedit do Linux rodando no Windows 10
gedit do Linux rodando no Windows 10
Foto: Divulgação / Microsoft / Tecnoblog

Tá, mas para que serve isso? Eis alguns exemplos:

  • alguns programas de Linux não estão disponíveis para Windows, mas poderão rodar no sistema operacional da Microsoft;
  • programadores poderão criar aplicativos para Linux usando IDEs (ambientes de desenvolvimento integrado) como gedit e gvim;
  • é possível testar o mesmo programa no Windows e no Linux, sem precisar recorrer a outro PC ou máquina virtual.

Linux no Windows tem aceleração gráfica por hardware

A Microsoft também habilitou o suporte a gráficos 3D acelerados por GPU, seja chip gráfico ou placa de vídeo, através do padrão OpenGL. Isso é uma boa notícia para programas que fazem renderizações 3D complexas como o Gazebo, uma ferramenta de simulação robótica.

Além disso, programas do Linux com interface gráfica podem usar o áudio e microfone do PC sem precisarem de modificações, algo útil para o Audacity e programas semelhantes.

Para usar o suporte a aplicativos Linux com GUI, você precisa instalar a build 21364 ou superior do Windows 10, disponível para quem participa do programa Insider.

Então, existem duas possibilidades:

  • se você não tiver o WSL habilitado, rode o comando wsl --install para instalar o WSLg automaticamente;
  • se você já tem o WSL, basta executar o comando wsl --update para usar programas com GUI.

Windows 10 agora roda programas de Linux com interface gráfica

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade