PUBLICIDADE

WhatsApp poderá te ligar para confirmar veracidade da conta

Teste revela a ferramenta Flash Calls, que vai efetuar chamadas e acessar os registros telefônicos para autenticar acesso

7 jun 2021 12h54
| atualizado em 8/6/2021 às 12h20
ver comentários
Publicidade
O teste do WaBetaInfo identificou o pedido de permissão de registros telefônicos pelo app para utilizar o novo recurso
O teste do WaBetaInfo identificou o pedido de permissão de registros telefônicos pelo app para utilizar o novo recurso
Foto: WaBetaInfo/Reprodução / Estadão

Uma nova forma de verificar a autenticidade de contas está em vias de ser lançada pelo WhatsApp: a empresa está testando uma ferramenta que vai ligar para o usuário para identificar se a conta está realmente sendo acessada pelo dono. Os testes do Flash Call, como está sendo chamado, foram encontrados pelo site especializado WaBetaInfo, que afirmou que a versão aparece no app Beta, em atualização para o Android 2.21.11.7.

O recurso seria uma forma de evitar fraudes e golpes com o código de seis números enviados ao usuário atualmente. Essa combinação é recebida quando o usuário ativa a verificação em duas etapas, considerada pelos especialistas como a forma básica de proteção de contas na internet. Mesmo assim, cibercriminosos atuam de forma a obter esses códigos por meio de mensagens falsas ou golpes, que geralmente oferecem algum falso benefício em troca do código de segurança do app.

No Flash Calls, a ligação não será atendida pelo usuário — ela acontece apenas para que a empresa tenha o registro telefônico e consiga, assim, identificar que o número que está tentando logar no WhatsApp é que está em posse de quem está recebendo a ligação.

Para isso, o WhatsApp vai avançar no número de permissões que o aplicativo solicita: será necessário dar acesso aos registros telefônicos e o controle para fazer e administrar chamadas. No teste visto pelo WaBetaInfo, a empresa, porém, afirma que o recurso não será utilizado para outros fins que não seja a verificação da autenticidade.

Ainda, a ferramenta será opcional, ou seja, o usuário precisa ativá-la, e não estará disponível para iPhones. A Apple, atualmente, não autoriza a API de nhum aplicativo a acessar dados de chamadas telefônicas em seus aparelhos.

Em contato com a reportagem, o WhatsApp ainda não confirmou se a ferramenta vai ser, de fato, lançada nem quando isso poderá ocorrer.

Veja também:

Pescadores pobres fazem fortuna com substância rara achada dentro de baleia:

 

Estadão
Publicidade
Publicidade