0

Whatsapp contrata Bose, da Ezetap, para chefiar operação na Índia

21 nov 2018
13h06
atualizado às 18h49
  • separator
  • 0
  • comentários

O Whatsapp, empresa de propriedade do Facebook, informou nesta quarta-feira que contratou Abhijit Bose, cofundador e presidente-executivo da empresa de pagamentos por celular Ezetap, para dirigir suas operações na Índia, seu maior maior mercado em número de usuários. 

Camiseta com logo do WhatsApp 
09/10/2018
REUTERS/Rupak De Chowdhuri
Camiseta com logo do WhatsApp 09/10/2018 REUTERS/Rupak De Chowdhuri
Foto: Reuters

O governo indiano pressionava o serviço de mensagens a construir uma equipe de liderança local e a indicação de Bose acontece enquanto o Whatsapp tenta conter a disseminação de informações falsas em seu serviço na Índia, onde tem mais de 200 milhões de usuários. 

A indicação de Bose marca a primeira vez que o Whatsapp cria um papel de liderança em um país específico no mundo, informou a empresa em um comunicado na quarta-feira. 

O governo indiano já havia pedido à companhia que tomasse atitudes para prevenir a circulação de mensagens falsas e conteúdo provocativo, que levou a uma série de linchamentos e espancamentos coletivos na Índia. 

O Whatsapp desde então lançou uma campanha intensiva de publicidade, fez turnês, e promoveu workshops com líderes comunitários e autoridades policiais para conter a disseminação de informação falsa por sua plataforma. 

A indicação de Bose evidencia as ambições da empresa, baseada na Califórnia, na área dos pagamentos virtuais. 

A rede tem testado um serviço de pagamentos na Índia e espera um aceno final do banco central da Índia para lançar o serviço completo.

O Credit Suisse estima que o valor das transações no espaço digital de pagamentos da Índia deve chegar a 1 trilhão de dólares até 2023. 

"Como ele mesmo é um empreendedor de sucesso, Abhijit sabe o que é construir parcerias significativas que possam servir empresas por toda a Índia", disse o diretor de operações, Matt Idema, em nota. 

Bose iniciará os trabalhos no WhatsApp no começo de 2019.

A indicação dele para o cargo acontece apenas dois meses depois que o Facebook nomeou o diretor do serviço de streaming Hotstar Ajit Mohan como seu primeiro diretor na Índia. 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade