PUBLICIDADE

WarnerMedia e Discovery se unem para concorrer com Netflix e Disney+

Um novo player importante está sendo criado no segmento de streaming; negócio deve ser concluído apenas em 2022

17 mai 2021 22h53
ver comentários
Publicidade

A gigante de telecomunicações norte-americana AT&T anunciou, nesta segunda-feira (17), a fusão entre a WarnerMedia e a Discovery. A união cria um novo player de peso para concorrer com a Netflix e o Disney+ no segmento de streaming. A empresa resultante da fusão ainda não tem nome, mas sabe-se que ela terá como líder o CEO da Discovery, David Zaslav.

Fusão da WarnerMedia e da Discovery
Fusão da WarnerMedia e da Discovery
Foto: Reprodução/AT&T / Tecnoblog

As companhias ainda aguardam a aprovação dos órgãos reguladores para concluir a fusão. A aquisição ocorre apenas três anos após a conclusão da aquisição da WarnerMedia (na época, TimeWarner) pela AT&T, processo que teve aprovação depois de diversas contestações judiciais.

Como lembra o Recode, A AT&T segue a tendência de outras empresas de telecomunicações, que estão se desfazendo de alguns de seus braços "indesejados", como a Verizon, que vendeu a AOL e o Yahoo. A própria AT&T também vendeu uma parte da DirecTV em fevereiro.

Sob o guarda-chuva da WarnerMedia temos HBO, CNN, Cartoon Network, TBS, TNT e Warner Bros., já a Discovery engloba diversos canais de TV a cabo, incluindo Animal Planet e TLC. As duas marcas já contavam ainda com suas próprias plataformas de streaming, HBO Max e Discovery+.

Fusão formará a segunda maior empresa de mídia do mundo

A união entre WarnerMedia e Discovery dá origem à segunda maior empresa de mídia do mundo - com valor empresarial de US$ 132 bilhões -, atrás apenas da Disney, de acordo com o Financial Times. A expectativa é de que a fusão resulte em uma economia de cerca de US $ 3 bilhões anuais - o que, de acordo com as empresas, retornará como investimento em conteúdo.

Não se sabe, porém, se os serviços HBO Max e Discovery+ continuarão operando separadamente após a conclusão do negócio, prevista para meados de 2022. Juntas, as empresas formam um catálogo com cerca de 200.000 horas de conteúdo.

Com informações: The Verge e Recode

WarnerMedia e Discovery se unem para concorrer com Netflix e Disney+

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade