0

Virgin Galactic pode ser a 1º companhia espacial a abrir capital na Bolsa

Empresa de turismo de Richard Branson anunciou fusão e planos para estrear em breve na bolsa de valo...

9 jul 2019
16h02
  • separator
  • 0
  • comentários

O turismo espacial, pelo menos nas órbitas mais baixas, estão se tornando realidade nessa virada de década e a Virgin Galactic, do bilionário britânico Richard Branson, pode ser a primeira companhia desse novo setor a abrir o capital na bolsa de valores. Essa intenção foi anunciada hoje (9), durante a fusão com o fundo de investimentos Social Capital Hedosophia Holdings (SCH).

Fonte: Virgin Galactic/Reprodução
Fonte: Virgin Galactic/Reprodução
Foto: TecMundo

A negociação envolve compra de 49% das ações da gigante de Branson a US$ 1,5 bilhão e deve ser concluída neste segundo semestre. Outros US$ 100 milhões devem ser injetados durante a transição da nova presidência, que terá o comando de Chamath Palihapitiya. "Após a conclusão desta operação, a maioria dos fundos no capital da SCH deverá se somar ao saldo da Virgin Galactic para financiar sua operação e crescimento", disseram os sócios, durante o comunicado de parceria. 

Fonte: Virgin Galactic/Reprodução
Fonte: Virgin Galactic/Reprodução
Foto: TecMundo

A Virgin Galactic tenta sair na frente em um setor que conta com forte concorrência da SpaceX, deElon Musk, e da Blue Origin, de Jeff Bezos. O fôlego financeiro com oferta pública inicial deve mantê-la comercialmente competitiva enquanto realiza suas primeiras operações, com passagens vendidas a cerca de US$ 250 mil — segundo a própria empresa, mais de 600 pessoas de 60 países já teriam feito reservas, inclusive com um montante de US$ 80 milhões pagos por usuários dispostos a ter um lugar especial nos voos inaugurais.

Os testes com as aeronaves continuam e a ideia é que eles encerrem ainda este ano. Portanto, a meta seria estar com o serviço disponível em algum momento de 2010.

TecMundo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade