2 eventos ao vivo

Uber vai pedir selfie com máscara para passageiros que desrespeitarem a regra do app

A medida visa garantir o uso de máscara nas viagens, que já era obrigatório; as selfies já eram solicitadas a motoristas

1 out 2020
12h44
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
A medida visa evitar a transmissão do vírus na viagem e aumentar a segurança de passageiros do app, e deve começar a funcionar já nesta semana
A medida visa evitar a transmissão do vírus na viagem e aumentar a segurança de passageiros do app, e deve começar a funcionar já nesta semana
Foto: Uber/Divulgação / Estadão

O Uber anunciou nesta quinta-feira, 1º de outubro, que vai começar a solicitar selfies com máscara para passageiros que tenham sido reportados pelos motoristas no aplicativo por não utilizarem o equipamento de proteção. A medida visa garantir o uso de máscara nas viagens, que já era obrigatório, aumentando a segurança no app. O novo recurso deve começar a funcionar a partir desta semana.

Em comunicado, o Uber informou que a iniciativa surgiu a partir de sugestões de parceiros da plataforma. As selfies para verificar o uso de máscara já eram solicitadas ao motoristas. Segundo a empresa, desde a implementação medida, já foram verificadas mais de 28 milhões de viagens na América Latina.

"Os especialistas médicos concordam que o uso de máscaras pode diminuir a propagação de covid-19, e é por isso que passamos a exigir seu uso em todas as viagens no app e que desenvolvemos esta tecnologia de verificação tanto para motoristas parceiros quanto para usuários", diz a diretora-geral da Uber no Brasil, Claudia Woods.

O Uber também afirma que mantém um fundo de R$ 50 milhões para apoiar motoristas do Uber e entregadores do Uber Eats no Brasil em meio à pandemia. Nos últimos meses, o Uber tem anunciado diretrizes e recomendações aos seus parceiros em relação à segurança e higiene de equipamentos nas viagens, como a entrega de kits de higienização com máscaras e álcool em gel, instalação de placas de acrílico nos carros e reembolso de parceiros na compra de itens de segurança.

O Uber também tornou obrigatório o uso de máscaras durante as viagens para motoristas e passageiros. Ao Estadão, Sachin Kansal, diretor global de produtos de segurança da empresa, disse, em maio, que a principal intenção da empresa é fornecer condições de segurança para passageiros e motoristas. "Nossa intenção é proteger os dois lados. Se alguém tem sintomas que podem ser de covid-19, a recomendação é não utilizar os nossos serviços, para não colocar outras pessoas em risco. Há outro ser humano na corrida além do passageiro. Fazer o distanciamento social dentro de um carro é muito difícil, essa é a intenção por trás de tudo isso."

.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade