7 eventos ao vivo

Uber avalia venda parcial do seu programa de transporte aéreo, diz site

A mudança pode ser uma tentativa do Uber de tornar seu negócio mais sustentável financeiramente; o Uber Elevate tem parcerias com empresas como Embraer

16 out 2020
17h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Uber está buscando alternativas estratégicas para o seu programa de transporte aéreo, o Uber Elevate. A informação é do site Axios, que conversou com fontes familiarizadas com o assunto. De acordo com a reportagem, a empresa avalia parcerias e até uma venda parcial da divisão.

A mudança pode ser uma tentativa do Uber de tornar seu negócio mais sustentável financeiramente, em busca de lucratividade. No trimestre que se encerrou em junho, a companhia registrou um prejuízo de US$ 1,8 bilhão e queda de 29% na receita, para US$ 2,2 bilhões, em comparação com o ano passado.

O Uber Elevate trabalha no desenvolvimento de eVtols (veículos elétricos para pouso e decolagem verticais) com parceria com empresas como Embraer, Boeing, Bell, Pipistrel, Karen e Jaunt.

O objetivo do Uber Elevate é desenvolver uma rede de táxis autônomos — a previsão de lançamento do serviço é 2023. A empresa também possui um serviço de helicópteros funcionando na cidade de Nova York, que foi interrompido nos últimos meses por conta da pandemia.

Segundo o site Axios, a divisão de transporte aéreo do Uber conta com cerca de 80 funcionários.

O Uber não comentou o assunto.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade