PUBLICIDADE

Twitter libera concorrente do Clubhouse, mas só para quem tem mais de 600 seguidores

Há meses em testes, Twitter Espaços finalmente chega para usuários de Android e iOS

3 mai 2021
0comentários
Publicidade

O Twitter anunciou nesta segunda-feira, 3, que o Espaços, solução de áudio em tempo real criada para concorrer com o Clubhouse, está finalmente no ar para todos os usuários da plataforma, após ter sido revelado primeiramente em dezembro de 2020 e ter entrado em testes desde então, planejado para entrar no ar até o final de abril.

A novidade chega para usuários tanto dos sistemas Android quanto do iOS, ao contrário do concorrente, que ainda não tem data para chegar aos sistemas operacionais do Google. Assim como no Clubhouse, é possível criar salas de áudio com ouvintes e apresentadores para conversas em tempo real.

Ao contrário do Clubhouse, o Espaços está disponível apenas para tuiteiros com mais de 600 seguidores, número que, para a rede social, é o suficiente para que os perfis reúnam uma audiência. Para criar uma sala, utilizando o aplicativo do celular, basta clicar no botão de "Compor" e irá aparecer a opção de iniciar uma conversação.

"Nós criamos o Espaços para reunir pessoas de maneira íntima para compartilhar ideias e tuítes com o poder que apenas a voz humana pode trazer. O Espaços está disponível para milhões de pessoas, mas o trabalho não está terminado porque faz parte de uma visão construída com você, a nossa comunidade", escreveu o Twitter.

Para o futuro, a rede social adiantou que trabalha nos recursos de tíquetes, em que os ouvintes podem comprar acesso exclusivo a salas, coapresentação, em que dois tuiteiros comandam a sala, e agendamento, com a possibilidade de os seguidores receberem uma notificação quando a sala estiver para começar.

Febre do 'áudio social'

O fenômeno das redes sociais de áudio, batizadas de 'áudio social', vem sendo explorado por todas as gigantes do mercado. Após o sucesso do Clubhouse em janeiro deste ano, plataformas como Facebook, Spotify e Discord trabalham em soluções similares com salas de áudio em tempo real. Dessas, o Twitter é o primeiro a lançar o concorrente.

Para especialistas, um dos motivos para o sucesso do Clubhouse foi o seu caráter "exclusivo", em que apenas usuários de iOS e que tinham recebido convites podiam acessar a rede social. Com outros concorrentes no páreo, o futuro da startup, que tem avaliação de mercado de US$ 4 bilhões, está incerto.

Estadão
Publicidade
Publicidade