PUBLICIDADE

TSE vai comprar 176 mil urnas eletrônicas para Eleições 2022

Vencedor deverá entregar urnas eletrônicas do modelo UE2022, que serão usadas para suprir demanda e substituir equipamentos antigos

15 out 2021 21h11
ver comentários
Publicidade

O Tribunal Superior Eleitoral abriu nesta sexta-feira (15) uma licitação para produção de 176 mil urnas eletrônicas. A empresa vencedora da concorrência, além de produzir os equipamentos, ficará responsável pelo software básico, reposição de peças e garantia, além de outros serviços. Logo na audiência pública de abertura, a Positivo entregou os três envelopes necessários para participar do processo.

Urna eletrônica
Urna eletrônica
Foto: Divulgação/TSE / Tecnoblog

As urnas eletrônicas a serem produzidas são do modelo UE2022. A ideia é usá-las para substituir equipamentos já no pleito de 2022, além de suprir a demanda por mais urnas em locais onde houve o crescimento do número de eleitores.

Quem ganhar esse edital será responsável por diversos serviços, como fornecer peças de reposição, desenvolver os modelos e o software básico das máquinas, entregar mídias de aplicação e de resultado, elaborar projeto para embalagem e documentos técnicos de especificação e dar treinamento por meio de kits de desenvolvimento de firmwares. A companhia também precisará dar garantia aos equipamentos.

As empresas precisam entregar três envelopes para participar da licitação. Um deve conter os documentos que provem a habilitação da empresa para entrar no processo. O segundo precisa ter o chamado modelo de engenharia, que é um protótipo da urna eletrônica, e uma ficha técnica com especificações do equipamento. O terceiro e último traz a proposta de preços.

Positivo venceu licitação de urnas eletrônicas em 2020

A Positivo entregou os três envelopes exigidos logo na audiência pública de abertura da licitação. Já existe um contrato para compra de urnas eletrônicas do modelo UE2020. Esse negócio foi fechado em julho do ano passado, e a Positivo foi a vencedora.

A companhia brasileira fez uma proposta de quase R$ 800 milhões para a produção de 180 mil equipamentos e bateu a Smartmatic, que queria cobrar cerca de R$ 1,7 bilhão pela mesma entrega. Essas urnas são destinadas a substituir modelos de 2006 e 2008.

Com informações: TSE

TSE vai comprar 176 mil urnas eletrônicas para Eleições 2022

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade