8 eventos ao vivo

Telecom Italia informou que o atuação da Vivendi não fere regulamentação

11 ago 2017
16h09
atualizado às 16h30
  • separator
  • comentários

Os especialistas jurídicos contratados pela Telecom Italia para avaliar o aumento da influência da Vivendi sobre a companhia italiana disseram que o grupo francês não viola a regulamentação da Itália destinada a proteger empresas estratégicas, mostrou um documento ao qual a Reuters teve acesso.

Sede da Vivendi em Paris, França
10/03/2016 REUTERS/Charles Platiau/File Photo
Sede da Vivendi em Paris, França 10/03/2016 REUTERS/Charles Platiau/File Photo
Foto: Reuters

A Telecom Italia enviou o parecer ao governo italiano, que está investigando se a Vivendi não cumpriu a obrigação de notificá-lo do controle efetivo de uma empresa considerada um ativo nacional estratégico.

A influência da Vivendi no país passou por uma grande análise no final do ano passado, pois a francesa acumulou uma participação de 29 por cento na maior emissora privada italiana, a Mediaset.

O grupo já havia aumentado sua participação na Telecom Italia, que está em cerca de 24 por cento desde março de 2016.

No parecer encomendado pela Telecom Itália, dois proeminentes especialistas jurídicos italianos disseram que o papel da Vivendi na emissora italiana está relacionado apenas à administração da empresa e não implica qualquer mudança de propriedade ou controle sobre a Telecom Italia ou seus ativos.

A investigação de Roma visa estabelecer se a Vivendi -- que em 27 de julho reconheceu "atividade de direção e coordenação" na Telecom Italia-- controla o grupo de telecomunicações e se Roma pode exercer poderes especiais sobre ela.

Tais poderes podem variar desde multa até a imposição de veto a decisões tomadas na Telecom Italia que o governo considere uma ameaça para os interesses nacionais.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade