PUBLICIDADE
Logo do

Tecnologia e Soluções

Como pequenas empresas podem se proteger de ciberataques?

28 jun 2021 12h00
| atualizado em 4/7/2021 às 17h53
ver comentários
Publicidade

Em seu Relatório de Defesa Digital de 2020, a Microsoft fez uma análise das ameaças cibernéticas mais comuns nos últimos anos, e o levantamento mostrou que o mercado recente sofre com ameaças como roubo de credenciais e ransonware, além do foco em dispositivos da IoT.

No último ano, a Microsoft bloqueou mais de 13 bilhões de e-mails maliciosos, com cerca de um bilhão relativos a URLs criadas para fazer ataque de phishing e roubo de credenciais. As técnicas mais comuns de ataque foram reconhecimento para obtenção de informações, roubo de credenciais, malware e ataques a redes virtuais privadas (VPN). Entre os ataques de IoT, houve também um aumento de cerca de 35% no volume total de ataques comparados com o segundo semestre de 2019.

Saiba como cuidar da segurança digital do seu negócio:

A partir de tais informações, tanto empresas grandes quanto pequenos negócios precisam investir em tecnologias de ponta relacionadas à segurança, como o Microsoft Security, baseado em IA e machine learning. Quem tem serviços e empresas de pequeno e médio porte pode se deparar com alguns destes problemas, todos contemplados no pacote do Microsoft 365 com soluções inteligentes e que prevêem problemas a partir de análise de dados:

  • Ataques de recusa de serviço - Sobrecarregar os recursos de um sistema, impedindo que ele responda às solicitações do serviço. A estratégia da Microsoft para se defender contra ataques do DoS baseados em rede é exclusiva e parte do uso de bilhões de informações cruzadas de bases de dados globais.
  • Injeção de SQL - Ataque que pode ler e modificar dados confidenciais. O Azure Defender pode ser configurado pelos especialistas de TI para evitar tais ataques. 
  • Phishing - Emails, anexos e mensagens mal-intencionadas. O Microsoft Defender para Office 365 ajuda a proteger os sistemas de malware, oferecendo proteção no Microsoft Teams, Word, Excel, PowerPoint, Visio, SharePoint Online e OneDrive. O Microsoft Exchange Online Protection também oferece proteção empresarial contra spam e malware, usando várias camadas de filtragem.
  • Cross-site Scripting - Quando criminosos de XSS infectam o banco de dados do site da empresa com códigos mal-intencionados. O Microsoft Security oferece proteção contra tais invasões.
  • Interceptação - Hackers interceptam o tráfego da rede, acessando senhas, números de cartões bancários, informações confidenciais da empresa e outros dados sigilosos. O Windows Defender possui ferramentas para ajudar os especialistas de TI a evitarem vazamentos de informações.

 

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade