PUBLICIDADE

Spotify retorna ao lucro e chega a 172 milhões de assinantes no Premium

Com bom resultado na receita com publicidade, Spotify reverte prejuízo e apresenta lucro com crescimento de usuários Premium

27 out 2021 14h17
ver comentários
Publicidade

O 3º trimestre de 2021 marca o retorno do Spotify ao azul: três meses atrás, apesar do crescimento com usuários mensais ativos, a plataforma acabou dando prejuízo de US$ 23 milhões. Dessa vez, a companhia registrou lucro líquido de US$ 2,3 milhões, e uma receita total de US$ 2,9 bilhões.

Spotify reverte prejuízo com aumento de receita em anúncios e assinantes Premium
Spotify reverte prejuízo com aumento de receita em anúncios e assinantes Premium
Foto: Alexander Shatov/Unsplash / Tecnoblog

Spotify lucra com alta no Premium

O Spotify apresentou nesta quarta-feira (27) seu balanço financeiro do 3º trimestre, superando as expectativas dos analistas em relação à receita de anúncios e ao número de inscritos no plano Premium. A companhia registrou 172 milhões de assinantes do plano pago, enquanto o faturamento com publicidade cresceu 75% em comparação com 2020.

A recuperação foi atribuída à receita com anúncios, que cresceu 75% em relação ao ano passado, para US$ 375 milhões. A empresa também diz que vai contratar mais funcionários para crescer dentro do campo da publicidade em áudio.

Outro destaque do balanço que surpreendeu de forma positiva os acionistas e analistas está relacionado aos usuários do Spotify Premium, que são a maior fonte de receita do app. A plataforma superou a marca de 172 milhões de assinaturas pagas. No total, o faturamento com o Premium cresceu 22% no comparativo ano a ano, chegando a US$ 2,5 bilhões.

A plataforma constatou que o resultado positivo também é, em parte, graças ao aumento dos preços em seu plano Premium.

Spotify destaca podcasts brasileiros

O Spotify aproveitou a conferência dos resultados trimestrais para reforçar uma estratégia que parece estar dando frutos: ser a maior plataforma de podcasts do mundo. A empresa quer rivalizar com a Apple e levar a melhor — há alguns meses, ela tem sua própria plataforma de áudio semelhante ao Twitter Spaces.

"Estamos vendo muita demanda no lado dos podcasts, o que está trazendo mais receita com publicidade", afirmou o CEO do Spotify, Daniel Ek, durante a conferência. Atualmente, a plataforma tem 3,2 milhões de programas de áudio.

Daniel Ek disse:

"Enquanto estamos perseguindo nosso objetivo de ser a maior plataforma de áudio do mundo, ainda é muito cedo e nós esse é apenas o começo."

Dentre os podcasts de destaque para a plataforma em mercados emergentes, como o Brasil, estão o Mano a Mano, série de programas de bate papo conduzida pelo rapper Mano Brown, e o Paciente 63, uma adaptação de uma narrativa espanhola chamada Caso 63.

Com informações: Spotify, Reuters

Spotify retorna ao lucro e chega a 172 milhões de assinantes no Premium

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade