3 eventos ao vivo

Sony deixará de vender TVs, câmeras e fones no Brasil ainda este mês

Sony Brasil encerra venda de TVs, equipamentos de áudio e câmeras no final de março de 2021; PS4 e PS5 não serão afetados

1 mar 2021
13h05
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Sony confirmou em uma nota publicada em suas redes sociais que encerrará a venda de TVs, equipamentos de áudio e câmeras no final de março de 2021. Eles ainda terão assistência técnica "pelo tempo necessário"; e outros produtos da empresa, como o PS4 e PS5, não serão afetados. A fábrica da empresa em Manaus foi vendida para a Mondial.

Estande da Sony na CES
Estande da Sony na CES
Foto: Divulgação/Sony / Tecnoblog

Quais produtos a Sony não vai vender no Brasil?

"Como anunciado em setembro de 2020, a Sony Brasil irá encerrar suas atividades comerciais ao final do mês de março de 2021", diz o comunicado. "Com isso, iremos interromper as vendas de produtos eletrônicos como TVs, câmeras e equipamentos de áudio."

Isso afeta as seguintes categorias de eletrônicos da Sony no Brasil:

  • televisores de todas as linhas, com ou sem Android TV
  • home theater e soundbars
  • fones de ouvido como o WH-1000XM4 (exceto headsets para PlayStation)
  • caixas de som Bluetooth sem fio
  • mini systems
  • câmeras de lentes intercambiáveis (linha Alpha)
  • lentes
  • câmeras compactas
  • filmadoras para consumidores

A saída da Sony pode reduzir a concorrência no mercado brasileiro de TVs, no qual se destacam marcas como Samsung, LG e TCL. A empresa havia anunciado a Z8H, primeira TV 8K com selo de ideal para PS5 no país, dias antes de revelar o encerramento de suas atividades na fábrica em Manaus.

A unidade fabril foi vendida para a Mondial produzir TVs, micro-ondas e aparelhos de ar condicionado. A japonesa não entra em detalhes sobre os motivos para essa decisão, mencionando apenas "o ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios".

Como fica a assistência técnica da Sony?

TV 4K Sony X955G
TV 4K Sony X955G
Foto: Paulo HIga / Tecnoblog / Tecnoblog

A Sony garante que manterá o pós-venda e suporte de reparo "pelo tempo necessário, estando em conformidade com os regulamentos e requisitos locais de proteção aos consumidores... e de garantia de produtos".

Isso provavelmente significa que, daqui a 12 meses - quando acaba a garantia dos produtos vendidos agora - deve ficar bem mais difícil encontrar peças para reparo e substituição.

PS4 e PS5 não são afetados

A divisão de games, responsável pelo PlayStation, seguirá atuando no Brasil sem mudanças; vale lembrar que o console não é fabricado no país desde 2017. Os headsets Série Ouro e Pulse 3D também continuarão por aqui.

Além disso, a Sony Music e a Sony Pictures não serão afetadas, nem a área de Soluções Profissionais que vende filmadoras, câmeras de segurança 4K, projetores, monitores para salas de cirurgia, entre outros.

Sony deixará de vender TVs, câmeras e fones no Brasil ainda este mês

Veja também:

LG abandona mercado de smartphones
Tecnoblog
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade