0

Senado dos EUA aprova intimações para presidentes do Twitter, Facebook e Google

1 out 2020
18h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Comitê de Comércio do Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira proposta de intimação dos presidentes do Twitter, Google e Facebook para audiência que deve acontecer antes da eleição presidencial e que vai tratar de um mecanismo legal que concede imunidade a empresas de internet.

Ícones de Facebook, Twitter e Google mostrados na tela de um smartphone. 17/6/2013. REUTERS/Pawel Kopczynski
Ícones de Facebook, Twitter e Google mostrados na tela de um smartphone. 17/6/2013. REUTERS/Pawel Kopczynski
Foto: Reuters

A audiência vai discutir a reforma da lei que oferece às companhias de internet proteção contra medidas de responsabilidade sobre o conteúdo publicado por seus usuários.

"Mal posso esperar para fazer mais perguntas ao senhor Zuckerberg (Mark Zuckerberg, presidente do Facebook)", disse a democrata Maria Cantwell, que integra o comitê.

O presidente dos EUA, Donald Trump, tem defendido que as companhias de internet são responsáveis por sufocar vozes conservadoras. Como resultado, os pedidos de reforma da chamada Seção 230 têm se intensificado antes das eleições no país, mas há pouca chance de aprovação no Congresso neste ano.

Os presidentes do Google, Facebook, Apple e da Amazon.com recentemente testemunharam perante o painel antitruste da Comissão Judiciária da Câmara dos Deputados. O comitê, que investiga como as práticas das companhias podem prejudicar rivais, deve divulgar um relatório na segunda-feira.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade