PUBLICIDADE

Você sabe quanto tempo passa nas redes sociais por dia?

O documentário da Netflix “O Dilema das Redes” levanta a questão quanto ao consumo dessa tecnologia

5 out 2020 12h04
ver comentários
Publicidade

Nesse último mês, a Netflix lançou o documentário “O Dilema das Redes” e colocou muitas perguntas em pauta. Você está confortável com o uso das redes sociais?

Foto: McAfee - Redes sociais

A produção americana, que entrevistou executivos e engenheiros – que trabalham ou trabalharam – nas grandes companhias do Vale do Silício, como Facebook, Google, Twitter, Pinterest, Youtube, entre outros, deixou claro que nós somos a máquina que faz a caixa registradora dessas empresas engordar todos os dias. Através da captação de dados pessoais confidenciais, é possível desenvolver algoritmos que direcionam o que supostamente é de interesse de cada usuário.

Logicamente que você tem a opção de interagir ou não, mas com a tentação diante dos olhos, fica quase impossível não clicar e dar uma espiadinha num conteúdo que é do seu deleite. A forma que as companhias têm de lucrar por meio desse “jogo de interesses” é através de anúncios que pagam para aparecer na hora e no lugar certo para seu possível consumidor. Todo nosso movimento é vigiado 24hs por dia, até mesmo quando estamos dormindo. Sabe-se que os brasileiros estão em segundo lugar em consumo de internet, principalmente das redes sociais, atrás apenas dos Filipinos.

Porém, esses mesmos executivos e engenheiros que criaram toda essa tecnologia que nos tornaram “robozinhos fazedores de dinheiro” agora fazem um alerta e sugerem que o ideal seria diminuir consideravelmente o uso das redes. A questão é: você conseguiria ficar off-line das redes sociais por quanto tempo?

O efeito é diferente para cada indivíduo, sabemos bem disso, mas a preocupação maior está entre os jovens, que nasceram na era da internet e não conseguem ficar desconectados. Uma pesquisa do próprio documentário mostrou que o aumento de suicídios entre os jovens depois do surgimento em massa das redes sociais aumentou consideravelmente de 2012 pra cá.

Sabemos que é difícil mudar o hábito do consumo dos adolescentes, por isso, conversar, aprender suas necessidades e estimular as atividades off-line, intercalando com a online é a primeira etapa para protegê-los de qualquer tipo de sofrimento causado pelas redes sociais. Outro tipo de solução que pode ajudar os pais a garantir a segurança dos filhos é ter um pacote de segurança digital, como o Terra Antivírus que oferece soluções de Controle Parental, por exemplo, que irão ajudar a organizar a rotina dos jovens na internet e disponibilizar segurança para uma conexão sem surpresas por parte de hackers maliciosos.

 

McAfee Network Associates Inc. © Copyright 2020.  Todos os Direitos Reservados.
Publicidade
Publicidade