PUBLICIDADE

Saiba como é a lógica dos algoritmos

A importância nos serviços que você usa

28 jul 2021 07h00
ver comentários
Publicidade

O termo algoritmo tem origem na matemática, mas está mesmo é no nosso dia a dia da Tecnologia. Programadores os usam, em uma série de etapas estratégicas do processo básico de criação do software para se chegar a um determinado resultado. É uma maneira de fracionar os problemas, passo a passo, na realização de alguma tarefa específica para o computador solucionar. Com recursos cada vez mais sofisticados, a intenção é estruturar uma cadeia de etapas para que dados sejam processados e devolvidos por computadores de todos os tipos aos seus usuários. Tudo o que o seu computador faz pode ser traduzido em algoritmo. Verdade. Sem exagero. Claro que alguns são mais complexos do que outros, mas a ideia correta é você compreender que todo software é uma interpretação computacional de um algoritmo.

Foto: Divulgação

  Existe o algoritmo de buscas do Google, o algoritmo da timeline do Facebook e do Spotify que combina as músicas e artistas que você ouve para sugerir novas faixas desconhecidas e assim por diante. Na verdade, eles acabam mapeando os nossos gostos e preferências e tentam definir a gente. Sugerem e impulsionam dicas e trazem referências a tudo que possa nos interessar. A tecnologia de busca do Google revolucionou o mercado porque apareceu com a capacidade de dar mais peso a páginas com informações mais relevantes. No Facebook, o algoritmo decide o que você visualiza na sua página a partir de uma série de fatores que vão das referências cruzadas entre o que seus amigos curtem e compartilham e passam também pelo cálculo daquilo que você tende a achar mais interessante pelos seus próprios hábitos. Seja lá para te indicar um amigo, uma música ou uma busca que possa te agradar, o algoritmo acaba meio que por decidir muito já por todos nós. Isso pode ser positivo, contanto que você não se feche jamais para o novo e que entenda que tais facilidades nunca devem limitar nossos horizontes de exploração e conhecimento. Algoritmos ajudam, protegem, mas não podem definir realmente você. Não deste jeito, certo?

  Nossa identidade digital funciona como dezenas de peças de quebra-cabeça, com diferentes contas e números. Juntas, criam uma imagem que os hackers estão sempre atrás para fraudar. Os millenials, pessoas entre 20 e 30 anos, são as principais vítimas deste golpe. Eles perdem mais dinheiro nas compras online, do que as pessoas acima dos 40 anos. Também são 77% mais propensos do que os indivíduos mais velhos a perder grana por meio de ataques via e-mail. Isto acontece porque é nesta faixa etária que se concentra o maior uso de apps para pagamentos, transferência, entre outras movimentações financeiras. Conheça os pacotes do Terra Antivírus e fique com sua identidade mais protegida. Fique Seguro!

McAfee Network Associates Inc. © Copyright 2020.  Todos os Direitos Reservados.
Publicidade
Publicidade