O 5G irá substituir o 4G?

27 jul 2020
12h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: McAfee / McAfee

A nova tecnologia 5G está chegando ao Brasil e irá conectar usuários a uma rede móvel super-rápida. Outros setores também se beneficiarão da conectividade mais rápida do 5G, como a Internet das Coisas, drones e carros autônomos, por exemplo.

Porém, especialistas esclarecem não é preciso entrar em pânico e sair correndo para comprar outro celular. As tecnologias 4G e 5G irão conviver juntas por um bom tempo. Por enquanto, as dúvidas que giravam sobre o 5G substituir o 4G de uma hora pra outra já estão sanadas. Fique tranquilo, seu telefone não ficará obsoleto e ainda funcionará perfeitamente.

Contudo, para ter acesso a todos os benefícios 5G é preciso sim ter um celular com essa tecnologia. Algumas das melhorias serão em relação à velocidade de conexão e cobertura da internet móvel. A GSMA Intelligence publicou em seu relatório que até 2025 apenas 15% da população mundial estará usando a tecnologia 5G. Em contrapartida 56% estarão usando a conexão LTE – que servirá como base durante 10 anos para diversas operadoras. 

Antes do LTE, para se utilizar uma nova tecnologia era preciso esperar todos os usuários migrarem. Com o 5G já não será mais preciso aguardar a mudança. Com o Compartilhamento Dinâmico de Espectro (DSS), todo mundo que utiliza da tecnologia 4G estará seguro, pois esse recurso permite que as operadoras trabalhem com as duas bandas largas. E ainda, quem tiver um telefone 4G poderá colher algumas das vantagens da velocidade 5G.

Diante disso tudo, não podemos esquecer que a vulnerabilidade dos aparelhos continua sendo uma preocupação dos consumidores. Por isso, o Terra Antivírus oferece softwares de segurança que irão proteger e preservar sua preocupação para consumir a nova tecnologia 5G.

Fonte: Cnet.com

 

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
McAfee Network Associates Inc. © Copyright 2020.  Todos os Direitos Reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade