0

Samsung resolveu todos os problemas do Galaxy Fold, diz mídia coreana

Sammy estaria testando a rede dos aparelhos e registrando licenças extras para anunciar nova data de...

16 mai 2019
09h43
atualizado às 09h52
  • separator
  • comentários

O tão comentado telefone dobrável Galaxy Fold, anunciado em março deste ano, deveria estar nas lojas em abril, mas o pessoal que recebeu o produto antes para fazer uma avaliação apontou uma série de problemas — os mais recorrentes sobre telas quebradas e entrada de detritos no painel. Agora, a Samsung parece ter solucionado todas as falhas e até mesmo tem chances de lançá-lo oficialmente antes da atual data, 13 de junho.

Quem diz isso é a mídia coreana. Para começar, a camada protetora superior, que antes parecia apenas um plástico de embalagem, recebeu um tratamento melhor e faz parte de todo o corpo do aparelho — isso evita que as pessoas o "descasquem", achando que se trata apenas de uma película extra.

Fonte: Samsung
Fonte: Samsung
Foto: TecMundo

Outro ponto corrigido é o espaço que existia na dobradiça, tanto na parte superior quanto inferior, onde as partículas de sujeira deslizavam para dentro e se alojavam sob o display. A Sammy também estaria trabalhando em um manual bem mais completo, com instruções detalhadas de uso — o dispositivo tem características que o torna mais frágil que os smartphones convencionais.

Nova data deve ser divulgada muito em breve

Segundo um funcionário do setor, a Samsung começou a testar operações de rede com três empresas coreanas de telecomunicações. Essas avaliações duram cerca de um mês e meio e estariam em sua fase final. "Acreditamos que a Samsung ainda não tenha confirmado sua data de lançamento porque precisa obter uma nova licença complementar para o produto em cada país", disse ao Yonhap News.

Assim, o plano de cancelamento automático das compras em pré-vendas pode deixar de ser aplicado no dia 31 de maio. Além disso, essas informações vão de encontro com o que o CEO da divisão móvel disse sobre o Galaxy Fold nos Estados Unidos, semana passada: "não vai demorar (a ser lançado)".

TecMundo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade