2 eventos ao vivo

Samsung lança smartphone mais caro do Brasil; confira

Primeiro celular de tela dobrável a chegar ao País supera com folga o modelo mais caro de iPhone vendido por aqui

17 jan 2020
09h58
atualizado às 11h46
  • separator
  • 0
  • comentários

O futuro não é barato. A Samsung anunciou nesta sexta, 17, a chegada do Galaxy Fold, celular de tela flexível apresentado em fevereiro do ano passado. Primeiro celular do tipo a chegar ao País, o Fold carrega também outra marca impressionante: por R$ 13 mil, é o celular mais caro à venda no Brasil.

Foto: Samsung / Divulgação

O aparelho conseguiu bater com folga a marca do modelo mais caro de iPhone disponível por aqui, o 11 Pro Max de 512 GB, que custa R$ 9,6 mil. É uma aposta e tanto: o Fold teve sua estreia adiada depois que apresentou defeitos em suas telas, durante testes com jornalistas e influenciadores ainda no ano passado. Segundo a imprensa americana, a Samsung fez mudanças importantes na estrutura do aparelho, reforçando a dobradiça e protegendo a camada plástica da tela. Na primeira versão, a fina camada plástica podia ser removida com facilidade, além de permitir a entrada de sujeira sob ela, o que acabava inutilizando o celular.

Dessa maneira, o aparelho só chegou às lojas da Coreia, EUA e Europa em setembro do ano passado. No Brasil, ele será vendido apenas online, na loja da Samsung, a partir de 22 de janeiro. Entre esta sexta, 17, e o dia 22, os interessados poderão fazer um registro no site. O dispositivo ficará exposto em 15 lojas físicas da marca para quem desejar conhecê-lo mais de perto.

As especificações são: tela de 7,3 polegadas (aberta) e 4,6 polegadas (fechada), processador Snapdragon 855, 12 GB de memória, armazenamento de 512 GB e bateria de 4.380 mAh.

Para fotografar em seus diferentes formatos, o Fold tem um conjunto de seis câmeras. O modelo vem com três câmeras na parte de trás, sendo uma delas ultra-wide F2.2 com 16 megapixels (MP), outra wide -angle de 12 MP e F1,5 / F2,4 e um zoom óptico de 12 MP e F2,4. Na parte interna há uma câmera frontal dupla com 10 MP e F2,2 para selfie e outra com profundidade RGB de 8 MP e F1,9. Completa o combo uma câmera externa de 10 MP e F2.2.

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade