PUBLICIDADE

Samsung lança celulares metálicos Galaxy A3 e A5 na China

Os modelos Galaxy A3 e A5 são tidos por analistas como um revide da Samsung depois dos golpes de marcas locais como Lenovo, Huawei e Xiaomi na disputa pela supremacia do mercado chinês

31 out 2014 11h38
| atualizado às 17h34
ver comentários
Publicidade
Celular Galaxy A5, 0,1 polegada menor em relação ao Galaxy S5
Celular Galaxy A5, 0,1 polegada menor em relação ao Galaxy S5
Foto: Samsung / Divulgação

A Samsung lançou dois novos celulares para o mercado chinês, o Galaxy A5 e o Galaxy A3. Os novos smartphones de médio custo com design de luxo surgem no maior mercado do mundo enquanto a marca se prepara para dar uma resposta às rivais chinesas (Lenovo, Huawei e Xiaomi) na disputa pelo título de maior marca no maior mercado de smartphones do mundo.

Lançados inicialmente em novembro na China, eles serão os primeiros dispositivos da Samsung a ter carcaças completamente metálicas e serão os smartphones mais finos da companhia até agora.

"Acredito que melhorar as especificações de produtos de preço médio é algo que a Samsung precisava fazer para dar uma resposta às rivais chinesas", disse o gestor Kim Hyun-su, da IBK Asset Management, em Seul.

Novo Galaxy A3 será comercializado a partir de novembro, começando pela China
Novo Galaxy A3 será comercializado a partir de novembro, começando pela China
Foto: Samsung / Divulgação

Em tamanho, o A3 e o A5 são comparáveis ao modelo premium Galaxy S5, embora tenham resolução menor em sua tela de 5 polegadas para o A5 e 4.5 polegadas para o A3, com resolução em 1920x1080 pixels.

Os aparelhos ainda possuem processador quad-core de 1.2 GHz, 16 GB de espaço em disco com potencial de expansão para 64 GB via Micro SD e conexão 4G. Diferencia do A3 para o A5 a câmera, 13 megapixels ante 8 megapixels; a memória RAM, 1 GB de RAM contra 2 GB de RAM; e a bateria, 1.900 mAh para A3 e 2.300 mAh para o A5.

A Samsung classificou os novos aparelhos como de preço médio, e disse que serão lançados em outros "mercados selecionados", sem revelar os preços.

Os dois aparelhos vem com o Android KitKat 4.4.

Sangria nos mercados
Os problemas com os aparelhos da Samsung começaram no fim do ano passado e persistiram de julho a setembro deste ano. A participação no mercado global do gigante sul-coreano caiu pelo 3º trimestre seguido em 2014, e o lucro recuando a uma mínima de três anos.

As dificuldades são mais pronunciadas na China, o maior mercado de smartphones do mundo, onde a Samsung perdeu o trono de maior fabricante de smartphones para a desafiante local Xiaomi no segundo trimestre.

O fato de que os produtos de baixo custo da Samsung são caros demais e não distintos o suficiente em comparação àqueles oferecidos pela Xiaomi e a Lenovo não ajuda a empresa sul-coreana, segundo analistas.

Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade