0

Resenha: The Right Stuff - a série espacial que não sai do chão

The Right Stuff é uma série do Disney+ contando a história dos primeiros astronautas americanos, mas infelizmente, ela não decola.

26 out 2020
00h05
atualizado em 13/11/2020 às 19h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

The Right Stuff (Os Eleitos) foi um excelente filme de 1983 de Philip Kaufman, baseado no excelente livro de 1979, de Tom Wolfe. Conta a história dos chamados Mercury 7, os astronautas escolhidos para as primeiras missões tripuladas dos EUA.

Calma gente só cabe um.
Calma gente só cabe um.
Foto: Disney / Meio Bit

São nomes lendários da História da Exploração espacial: Alan Shepard, Gus Grissom, Gordon Cooper, Wally Schirra, Deke Slayton, John Glenn e Scott Carpenter. Todos foram ao espaço, mais de um foi à Lua e alguns voaram até no Space Shuttle.

A série The Right Stuff é igualmente baseada no livro, e ao menos nos trailers parecia uma boa dramatização de um período fascinante da história espacial. Por ser baseada em fatos reais, teriam mais gravitas (jesus, como sou pedante) que For All Mankind, uma série de história alternativa com uma premissa fantástica.

Em For All Mankind, os russos pousaram primeiro na Lua, a Corrida Espacial e a Guerra Fria nunca acabaram, e vemos toda uma história de missões, bases lunares, foguetes gigantes e outras idéias mirabolantes que na vida real nunca saíram do papel.

"Vocês vão voar naquela coisa? São mais corajosos do que eu imaginava
"Vocês vão voar naquela coisa? São mais corajosos do que eu imaginava
Foto: Disney / Meio Bit

INFELIZMENTE a ficção científica histórica em For All Mankind é interrompida toda hora por dramas mundanos insuportáveis. É DR em cima de DR, esposa de astronauta com drama, filho de astronauta com drama, a cientista de foguetes com drama... É choro o tempo todo, quando todo mundo quer ver é foguete subindo. Sim, eu sei, nossa resenha dá nota máxima mas foi feita com um ou dois episódios, depois disso a série desandou.

INFELIZMENTE The Right Stuff segue pelo mesmo caminho.

Produzida originalmente pelo NatGeo, a série depois foi transferida para a Disney+, quando o Rato comprou basicamente metade de Hollywood. A NatGeo é responsável pela insuportável Marte, uma série aonde nenhum astronauta demonstrava qualquer emoção ou interesse em estar explorando outro planeta e -adivinhem- era drama e chororô o tempo todo.

Walt Disney era nerd de espaço bem antes disso ser moda. E era amigo do Von Braun.
Walt Disney era nerd de espaço bem antes disso ser moda. E era amigo do Von Braun.
Foto: Disney / Meio Bit

A nova série gasta uns 85% do tempo com as famílias dos astronautas, as amantes dos astronautas, os astronautas em crise existencial pois as famílias e as amantes correm risco de se encontrar. Há astronautas com casamento de fachada, astronautas em crise religiosa, astronauta certinho sendo seduzido por vizinhas.

O Projeto Mercury fez 20 lançamentos de teste e 6 tripulados. Dos 20, 11 foram bem-sucedidos. Testes de sistemas são essenciais para um programa espacial, mas não funcionam como fonte de drama e tensão. Talvez por isso os roteiristas tenham preferido focar no lado "humano" dos astronautas, mas no final só deixa a série... chata.

A reação da crítica especializada mostra bem o clima de mais do mesmo:

  • Rolling Stone: "The Right Stuff: Uma história espacial icônica que nunca decola"
  • Variety: "The Right Stuff: é uma versão sólida e comum de histórias espaciais do passado"
  • Vulture: "The Right Stuff tem partes mais ou menos decentes"
  • Los Angeles Times: "The Right Stuff da Disney é uma lição prática de como não refazer um clássico"

Conclusão:

The Right Stuff é um daqueles contrafilés de botequim; é bom mas vem com muita gordura. No final você não está satisfeito, pois tem que brigar com muitas partes intragáveis só para chegar na parte boa. Sem nada mais pra assistir, é uma opção, as atuações são boas, os efeitos visuais são ótimos e a trilha sonora é do tempo em que o Rock era bom, mas se você tem outra coisa pra assistir, assista.

Cotação:

Foto: Meio Bit

1/5 Ham, o chimpanzé espacial.

Resenha: The Right Stuff - a série espacial que não sai do chão

Veja também:

Apple Event: 3 detalhes que merecem destaque
Meio Bit
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade