PUBLICIDADE

Qual a diferença entre um roteador, repetidor e access point (AP)

Conexões de internet em diferentes fontes; saiba qual a diferença entre um roteador, repetidor e access point (AP)

8 out 2021 18h23
ver comentários
Publicidade

Todos os modelos são ferramentas que fornecem conexão com a internet. Veja abaixo, qual a diferença entre um roteador, repetidor e access point, como funciona cada tecnologia e quais são as melhores situações para optar por cada um. A utilização de um modelo apropriado melhora significativamente a experiência de conexão do usuário.

Roteador Wi-Fi com duas antenas
Roteador Wi-Fi com duas antenas
Foto: Compare Fibre/Unsplash / Tecnoblog

Índice

  • Roteador X Repetidor X Access Point
  • Roteador
  • Repetidor
  • Access point (AP)
  • Unindo os conceitos

Roteador X Repetidor X Access Point

A conexão de internet que pode ser avaliada com ambos os modelos apresentados é a conexão sem fio — via Wi-Fi. Antes de falar dos 3, é preciso entender que a fonte principal de conexão é feita pelo modem, este faz o primeiro contato — cabeado ou por sinal de rádio — com a rede da operadora de internet e a residência ou local que será fornecida a conexão.

As funções do roteador, repetidor e access point são distintas, mas podem ser executadas todas ou algumas no mesmo dispositivo, ou cada função pode ter seu próprio dispositivo dedicado, sendo usados de forma complementar. Para entender melhor as diferenças, vamos analisar cada função separadamente.

Roteador

A principal responsabilidade do roteador é direcionar ou rotear os dados para o receptor correto. Quase todos os roteadores, atualmente, têm capacidade sem fio nativa, mas isso não tem nada a ver com a função do roteador em si.

Apesar de ser efetivo, tradicionalmente, presume-se que um único roteador sem fio e, portanto, um único ponto de acesso, forneceria um Wi-Fi bom o suficiente para a maioria das residências.

Não é possível que um único roteador Wi-Fi sozinho ultrapasse a interferência e os obstáculos em casas com diversos cômodos ou paredes de concreto, etc. Portanto, a cobertura insuficiente é um problema generalizado, onde as outras funções servem de complemento, como o uso de repetidores Wi-Fi e redes mesh.

Repetidor

Um repetidor, extensor ou amplificador de Wi-Fi é um dispositivo que encaminha sinais sem fio do roteador para cobrir uma área maior, como vários andares de uma casa. Resumindo, ele amplia a área de cobertura do sinal Wi-Fi.

O repetidor cria uma nova rede com base nos sinais da rede de origem e os clientes que se conectam ao repetidor estão, portanto, em uma rede separada. Se existir  mais de um repetidor, cada um adiciona sua própria rede.

Os repetidores não possuem funcionalidades de roteador ou modem, nem podem funcionar como um ponto de acesso sem fio independente; dependem diretamente da captura de sinais wireless de outro ponto de acesso que possa transmitir.

Access point (AP)

Um ponto de acesso — access point sem fio ou hotspot — consiste em um ou mais transmissores para sinal sem fio. Todos os pontos de acesso recentes têm pelo menos dois modelos que transmitem em bandas de frequência separadas — 5 GHz e 2,4 GHz.

Em cada transmissor, uma ou mais redes Wi-Fi podem ser criadas. Cada uma dessas redes possui um SSID ou nome de rede próprio. Para fornecer acesso à Internet, o access point deve estar conectado a um roteador ou fazer parte do roteador.

O conjunto de pontos de acesso autônomos que podem formar o conceito de rede mesh, sendo mais autônomos do que simples repetidores de sinal.

Unindo os conceitos

Nem todos têm um modem, roteador e ponto de acesso separados em casa. Atualmente, encontram-se muitos desses recursos combinados em um único dispositivo. Por exemplo, a maioria das pessoas usa roteadores sem fio, que combinam um roteador e um ponto de acesso sem fio. 

Muitos usam unidades combinadas de modem e roteador — contendo um modem junto de um roteador e um access point em um único dispositivo. São alternativas para economizar espaço e eliminar alguns fios, mas, alguns usuários preferem manter esses aparelhos separados, pois isso permite mais diversidade para configuração do ambiente.

Sabendo a diferença entre roteador, repetidor e access point, basta o usuário definir qual será mais útil de acordo com o local, barreiras físicas, ou necessidades de conexão. Boa sorte.

Com informação: PC Mag, Eye Networks.

Qual a diferença entre um roteador, repetidor e access point (AP)

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade