0

Quais são as câmeras mais usadas em blockbusters e filmes da Netflix? Veja

Confira quais são os modelos mais utilizados em cada tipo de produção...

16 mai 2019
15h01
  • separator
  • 0
  • comentários

O mundo inteiro anda mais esperto quando falamos sobre câmeras. Novas tecnologias, sensores que operam com inteligência artificial, lentes de apoio… Tudo isso deixou de ser assunto apenas de especialistas e virou conversa casual entre usuários de smartphones.

É claro que os avanços também aconteceram nas máquinas usadas em grandes produções e aí fica a pergunta: quais são as mais utilizadas atualmente, seja em filmes independentes da Netflix ou em grandes blockbusters?

O pessoal do Shutterstock fez uma lista dos aparelhos utilizados nos longas mais populares deste ano. As marcas ARRI, RED e Panavision são os grandes destaques do mercado.

ARRI

Com mais de 100 anos de experiência, a ARRI continua sendo referência quando se fala em padrão cinematográfico. Usada dos anos 20 aos 40, foi somente após a Segunda Guerra Mundial que companhia ficou famosa e os norte-americanos finalmente conseguiram colocar as mãos nas compactas ARRIFLEX 35.

Câmeras da ARRI se tornaram as queridinhas de diretores cultuados nos anos 60 e 70, como Martin Scorsese

Nos anos 60 e 70, muitos diretores passaram a desafiar os equipamentos então tidos como padrão nos estúdios, justamente com a ARRIFLEX. A ARRIFLEX 35 BL foi usada por Martin Scorsese em "Taxi Driver" e "Touro Indomável". A partir dos anos 90, as ARRIFLEX 435 e 535 registraram filmes como "Star Wars: Episódio I", "O Senhor dos Anéis: As Duas Torres", "O Quinto Elemento" e "Vingadores". Em 2000, a ARRICAM passou esteve em "Munique", "Brokeback Mountain", "Harry Potter", entre outras.

Fonte: ARRI
Fonte: ARRI
Foto: TecMundo

A linha ALEXA, a primeira digital da empresa, foi lançada no início desta década e segue como padrão nos blockbusters, a exemplo de "Rogue One: Uma História Star Wars", "Creed" e os títulos do Marvel Studios.

Longas gravados com câmeras ARRI em 2019:

  • "Vingadores: Ultimato" — Alexa 65 IMAX
  • "Nós" — Alexa, Alexa SXT e Alexa Mini
  • Shazam!" — Alexa SXT e Alexa Mini
  • "O Rei Leão" — Alexa 65 e ARRI Alexa SXT
  • "It: Capítulo 2" — Alexa SXT
  • "Aladdin" — Alexa SXT e Alexa Mini

RED

Presentes no mercado há 20 anos, a RED só  anunciou sua primeira câmera em 2006, a RED One. Em 2009, companhia lançou o sistema Digital Stills and Motion Capture (DSMC), capaz de estabilizar as imagens nas máquinas Epic, Scarlet e Dragon. Em 2015, DSMC2 otimizou essa proposta, disponível nos sensores Monstro 8K VV, Helium 8K S35, Gemini 5K S35 e Dragon-X 5K S35.

Fonte: RED
Fonte: RED
Foto: TecMundo

O equipamento da RED ganhou popularidade nos últimos anos em nichos da publicidade e filmes independentes. Às vezes, têm sido usadas em grandes filmes para capturar sequências pesadas para inclusão de efeitos especiais. Vale destacar que a fabricante criou em conjunto com a Panavision a Millennium DXL, usada em "Os Novos Mutantes", da Fox.

Longas gravados com câmeras RED em 2019:

  • "Rambo V: Last Blood" — DSMC2 Gemini S35
  • "Malévola 2" — DSMC2
  • "Dragged Across Concrete" — Weapon Helium

Panavision

Em 1953, a Panavision começou como uma empresa focada na criação de lentes anamórficas — popular entre os cineastas do CinemaScope nos anos 50. A empresa expandiu os negócios para equipamentos cinematográficos em geral, focados principalmente em câmeras e lentes.

Em 1972, a companhia fez um tremendo sucesso com a Panaflex 35mm e os modelos sucessores filmaram nada menos do que "Rocky — O Lutador", "De Volta para o Futuro", "Star Wars: O Império Contra-Ataca", entre outros. A partir dos anos 90, as Millennium estiveram nas produções de "O Sexto Sentido", "Donnie Darko", "Harry Potter e a Pedra Filosofal" e "X-Men".

Fonte: Panavision
Fonte: Panavision
Foto: TecMundo

Embora tecnicamente seja rival da ARRI, a Panavision possui não somente a parceria para as digitais Millenium DLX e Millenium DLX2 8 K como também usa componentes da concorrência nas máquinas usadas em operações de aluguel.

Longas gravados com câmeras Panavision em 2019:

  • "Era Uma Vez em… Hollywood" — Panaflex Millennium XL2
  • "Star Wars IX: A Ascensão Skywalker" — Panaflex Millennium, Panaflex System 65 Studio, IMAX MKIV e IMAX MSM 9802

"Capitã Marvel" usou múltiplas câmeras

É claro que se você conhece bem o equipamento sabe extrair o melhor de cada máquinas para trabalhos distintos. E é isso que muita gente faz em filmes de grande orçamento, seja em sequências específicas em IMAX ou nas cenas com efeitos visuais pesados.

Isso foi exatamente o que o Marvel Studios fez com "Capitã Marvel". Se você destrinchar o longa, terá câmeras dos três fabricantes acima: ARRI Alexa 65 com lentes Panavision Sphero 65; Millennium DXL com lentes Sphero 65; e RED Weapon 8K VV Monstro com lentes Sphero 65. "Homem de Ferro foi capturado com uma ARRIFLEX 235, outra Panaflex Millennium e mais uma Panaflex Millennium XL.

Fonte: Marvel Studios
Fonte: Marvel Studios
Foto: TecMundo

Ou seja, embora as três sejam excelentes escolhas para qualquer produção, especialmente de médio a grande porte, a combinação delas é que traz os melhores resultados.

TecMundo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade