PUBLICIDADE

Precisa sacar? Entenda como funciona o Pix Saque e o Pix Troco

Pix Saque e Pix Troco ajudam consumidor a receber dinheiro em espécie e podem aumentar o movimento de lojas e estabelecimentos comerciais

6 dez 2021 14h39
ver comentários
Publicidade

O Pix caiu no gosto do brasileiro. Afinal de contas, ele simplificou as transferências entre contas de diferentes bancos e os pagamentos em várias situações. E tem mais praticidade: com o Pix Saque e o Pix Troco, pegar dinheiro em espécie vai ficar bem mais fácil.

Parte dos brasileiros ainda prefere usar dinheiro físico e poderá aproveitar o Pix Saque e o Pix Troco
Parte dos brasileiros ainda prefere usar dinheiro físico e poderá aproveitar o Pix Saque e o Pix Troco
Foto: Joelfotos/Pixabay / Tecnoblog

As duas modalidades estão disponíveis em novembro de 2021. Com elas, basta fazer um Pix em um estabelecimento comercial para receber as notas, mas há algumas diferenças. Nós explicamos a seguir.

O Pix Saque é o mais simples

O Pix Saque é a operação mais simples entre as duas. Basta ir até um estabelecimento comercial — uma padaria, uma loja de departamento, um supermercado — que ofereça o serviço. Lá, é só fazer um Pix no valor desejado (por QR Code ou por meio de uma chave) e receber o dinheiro do caixa.

Esta opção também pode ser disponibilizada por caixas eletrônicos, desde que as empresas responsáveis pelas máquinas habilitem a opção. Com isso, você não precisaria do cartão para sacar ou mesmo do equipamento do banco em que você é cliente: basta ir a qualquer caixa e fazer um Pix Saque.

Pix Troco funciona como um "dois em um"

O Pix Troco é bem parecido com o Pix Saque, mas há uma diferença básica entre os dois: enquanto o segundo é uma operação simples de retirada, o primeiro envolve uma compra no estabelecimento. É uma operação "dois em um": com um só pagamento, o cliente leva os produtos e um dinheiro.

Funciona assim: o usuário vai até um estabelecimento comercial e faz uma compra — digamos que o valor deu R$ 20. Na hora de pagar, ele pede o Pix Troco para receber R$ 20 em espécie. Aí, é só fazer um Pix da soma do pagamento com o saque — R$ 40, neste caso.

Pix Saque e Pix Troco são parecidos, mas não iguais
Pix Saque e Pix Troco são parecidos, mas não iguais
Foto: Reprodução/Banco Central / Tecnoblog

Vantagens para estabelecimentos

Além de ser uma comodidade para clientes, que não precisarão mais ir até um caixa eletrônico especialmente para sacar, o Pix Saque e o Pix Troco prometem trazer benefícios para estabelecimentos e negociantes.

Uma consequência direta é o aumento do movimento em lojas e comércios: com mais gente circulando, aumentam as chances de obter novos clientes e vender uma ou outra coisinha. Outra vantagem é que, com os saques feitos, o lojista fica com menos dinheiro em espécie para depositar, o que traz mais segurança.

E não é só isso! O Pix Saque e o Pix Troco são gratuitos para o usuário até oito saques por mês, mas os estabelecimentos receberão uma tarifa que varia de R$ 0,25 a R$ 0,95 a cada operação, pagos pelo banco do cliente.

Com informações: Banco Central.

Precisa sacar? Entenda como funciona o Pix Saque e o Pix Troco

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade