0

PF investiga vídeos que circularam nas redes em eleição

Ações tem como objetivo "identificar e afastar possíveis ameaças ao processo eleitoral de 2018", segundo a Polícia Federal

10 out 2018
08h27
atualizado às 09h51
  • separator
  • comentários

A Polícia Federal lançou, nesta quarta-feira, três ações simultâneas para investigar e coibir crimes relacionados a vídeos que circularam nas redes sociais durante o primeiro turno das eleições deste ano.

TSE apura imagens e vídeo de eleitores com armas em cima de urnas eletrônicas
TSE apura imagens e vídeo de eleitores com armas em cima de urnas eletrônicas
Foto: Reprodução

As ações tem como objetivo "identificar e afastar possíveis ameaças ao processo eleitoral de 2018", informou a PF em nota, sem identificar quais vídeos estão sendo apurados.

Como parte da investigação estão sendo cumpridos um mandado de busca e apreensão no Paraná e preenchidos dois termos circunstanciados de ocorrência em São Paulo e Sergipe.

No primeiro turno das eleições deste ano, no domingo, circulou nas redes sociais um vídeo em que um eleitor denunciava suposta fraude no sistema de urnas eletrônicas. Um outro vídeo que também circulou nas redes mostrou uma pessoa pressionando os dígitos da urna eletrônica com uma arma.

"Os investigados poderão responder, no caso do Estado do Paraná, pelos crimes de violação de sigilo do voto e porte ilegal de arma, e no caso do Estados de Sergipe e São Paulo pela incitação de crime contra candidatos", disse a PF em nota.

Veja também

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade