PUBLICIDADE

Pacificador: HBO Max estreia série da DC com bastante xingamentos e violência

Pacificador continua eventos de O Esquadrão Suicida e mostra um anti-herói ainda em desconstrução, mas com uma alta dose de violência e até sexo

13 jan 2022 12h23
| atualizado às 15h05
ver comentários
Publicidade

Já estão disponíveis no HBO Max os três primeiros episódios de Pacificador, nova série inspirada pelos quadrinhos da DC Comics e estrelada por John Cena. O seriado é uma continuação oficial do filme O Esquadrão Suicida, de 2021, e mostra o que aconteceu com o anti-herói depois da conclusão do longa-metragem, além de introduzir novos rostos neste universo. E se você for assistir, tire as crianças da sala: o show tem censura 18 anos, é carregado de palavrões, cenas de violência e sexo.

Pacificador já está na HBO Max
Pacificador já está na HBO Max
Foto: Divulgação/HBO Max / Tecnoblog

Originalmente nos quadrinhos o Pacificador é um herói que lutou ao lado de muitos outros, como o Superman, mas que leva o conceito "paz a qualquer custo" ao extremo. Por isso usa de meios bem violentos para combater inimigos, alguns até questionáveis.

Ele foi adaptado de maneira até que bem fiel no filme do Esquadrão Suicida, pelas mãos do cineasta James Gunn - que também assina a adaptação no seriado. John Cena, conhecido lutador da TV que se arriscou na carreira de ator, dá o tom certo que o personagem precisa, extremamente debochado, narcisista, machista e cheio de si, mas que possivelmente vai resolver alguns destes problemas ao longo da trama.

Vale lembrar que, apesar de ser uma série de TV, esta não faz parte do chamado "Arrowverso", que inclui séries como The Flash, Arrow e Stargirl. Pacificador é parte do Universo DC Cinematográfico, e inclusive traz citações ao Batman e Aquaman logo no primeiro capítulo.

Temporada começa com mistério

A série do Pacificador deve ter oito episódios no total, com exibição prevista até o dia 17 de fevereiro, quando conclui a saga. Uma segunda temporada ainda não está programa, já que nem sabemos como termina, mas a primeira já começa com um novo mistério.

O Pacificador é novamente recrutado para uma missão secreta, agora envolvendo um senador norte-americano. O problema é que o personagem lida com outra ameaça que cruza seu caminho, aparentemente com poderes especiais, o que vai levá-lo a questionar quem está por trás da missão de verdade e o que ele pode fazer para escapar com vida.

A série também dá alguns contextos para o passado do personagem, com a relação com seu pai, apresenta sua nova equipe de ajudantes e também introduz Eagly, uma águia treinada que o acompanha nas missões.

No geral o seriado começou com um tom bom e inesperado, ainda que combine com a proposta que Gunn traz ao mundo dos super-heróis, além de manter bastante o clima de história em quadrinhos - com direito a vários exageros e cenas de ação dignas de narrativas cinéticas.

Pacificador tem exibição exclusiva na HBO Max. Depois destes três primeiros episódios os outros virão semanalmente.

Pacificador: HBO Max estreia série da DC com bastante xingamentos e violência

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade