PUBLICIDADE

O que é CMS? [Sistema de Gerenciamento de Conteúdo]

Criando sites sem a necessidade de conhecimento técnico; saiba o que é CMS, quais são as vantagens e desvantagens, e as opções gratuitas no mercado

13 out 2021 19h17
ver comentários
Publicidade

Ter um site funcionando bem na internet, do zero, demanda tempo, dinheiro e muito conhecimento técnico que, na maioria das vezes, as pessoas não possuem, apenas profissionais especializados na área de TI, por exemplo. Contudo, existem plataformas eficientes que facilitam esse processo de criação até mesmo para quem não sabe nada sobre o assunto. Continue a leitura e entenda melhor o que é CMS.

O que é CMS? [Sistema de Gerenciamento de Conteúdo].
O que é CMS? [Sistema de Gerenciamento de Conteúdo].
Foto: Vitor Pádua / Tecnoblog / Tecnoblog

Índice

  • Por que é interessante investir em um CMS?
    • Facilidade
    • Flexibilidade
    • Baixo custo
  • Pontos de atenção com os aplicativos CMS
    • Padrões simples
    • Personalização até certo ponto
    • Brechas na segurança
  • Aplicativos CMS gratuitos
    • 1. WordPress
    • 2. Wix
    • 3. Joomla!
    • 4. Drupal

CMS é a sigla para Content Management System, em português, Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, que corresponde a aplicativos de software que ajudam pessoas a construir e gerenciar sites, fazer modificações e publicar conteúdos, sem a necessidade de conhecimento técnico ou codificação.

Resumidamente, um CMS é formado por duas partes:

  • CMA (Aplicativo de gerenciamento de conteúdo), que permite gerenciar e publicar conteúdos no site; e
  • CDA (Aplicativo de entrega de conteúdo), que é o back-end, ou seja, os bastidores que armazenam os conteúdos publicados e entregam para o público visitante/leitor.

Assim, os aplicativos CMS combinam esses dois pontos, lidam com todo o código e oferecem uma possibilidade mais fácil e sem exigências para a criação e manutenção de um site.

Por que é interessante investir em um CMS?

Facilidade

Como os Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo não necessitam de conhecimento técnico em códigos e nem de profissionais especializados na área, eles proporcionam mais facilidade para pessoas e empresas que desejam construir seus sites com agilidade e sem burocracias.

Mesmo que algumas plataformas ofereçam personalizações por código, a criação geral de uma página em um CMS é simples.

Flexibilidade

Além da facilidade, os aplicativos CMS oferecem alta flexibilidade para os usuários, a partir da personalização fácil e das extensões que são disponibilizadas para melhorar o gerenciamento do site.

Desta forma, caso queira fazer algumas alteração ou inserir algum recurso específico, o processo pode ser feito quando desejar ou ser revertido caso não dê certo.

Baixo custo

A maioria dos aplicativos CMS oferecem planos gratuitos aos usuários e até mesmo planos pagos com preços atrativos, muito diferente de um processo de criação de site do zero, que necessita de infraestrutura e profissionais qualificados, o que, consequentemente, acaba gerando mais custos.

Pontos de atenção com os aplicativos CMS

Padrões simples

Os padrões de aplicativos CMS gratuitos tendem a ser simples e sem muitas variações, o que gera um uso em massa de layouts parecidos por várias empresas, sem nenhuma diferenciação ou originalidade.

Personalização até certo ponto

Mesmo fornecendo possibilidades de personalização, certos recursos mais complexos e completos geralmente são pagos ou necessitam de conhecimento técnico de um profissional, o que complica uma customização de acordo com o que você deseja.

Brechas na segurança

Infelizmente, como os Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo são muito populares, hackers podem encontrar brechas e prejudicar a segurança do site. Para evitar isso, é preciso investir, por exemplo, em certificado de segurança de qualidade.

Aplicativos CMS gratuitos

1. WordPress

O WordPress oferece plano gratuito e mais quatro tipos de planos pagos.
O WordPress oferece plano gratuito e mais quatro tipos de planos pagos.
Foto: Reprodução / WordPress / Tecnoblog

O WordPress é um sistema de gerenciamento de conteúdo livre, de código aberto, baseado em PHP e com banco de dados MySQL. Dedicado, principalmente, para a criação de sites e blogs, a aplicação oferece plano gratuito, assim como planos pagos para uso pessoal, freelancers, pequenas empresas e lojas online.

Link para o site.

2. Wix

O Wix oferece mais de 500 templates em HTML.
O Wix oferece mais de 500 templates em HTML.
Foto: Reprodução / Wix / Tecnoblog

Com mais de 500 templates em HTML, o Wix também é um CMS de criação e edição de sites que não necessita de programação ou design. A plataforma oferece temas personalizáveis, hospedagem gratuita, ferramentas de SEO e suporte. Além do plano gratuito, também conta com planos pagos divididos em pessoais e para negócios.

Link para o site.

3. Joomla!

O Joomla! conta com diversas opções, desde sites em geral até portais comunitários.
O Joomla! conta com diversas opções, desde sites em geral até portais comunitários.
Foto: Reprodução / Joomla! / Tecnoblog

O Joomla! é um CMS também gratuito e de código aberto para publicações web, construído em estrutura de aplicativo web modelo-visualização-controlador. Além de sites em geral, o Joomla! pode ser usado para a criação de revistas e jornais online, comércio eletrônico, sites governamentais, portais comunitários e páginas pessoais.

Link para o site.

4. Drupal

O Drupal é baseado nos princípios de colaboração, globalismo e inovação.
O Drupal é baseado nos princípios de colaboração, globalismo e inovação.
Foto: Reprodução / Drupal / Tecnoblog

Por último, temos o Drupal, um software CMS com código aberto e gratuito que permite a qualquer pessoa baixar, usar, trabalhar e compartilhar seus sites e aplicativos criados na plataforma, de maneira fácil e com flexibilidade. O Drupal é baseado nos princípios de colaboração, globalismo e inovação.

Link para o site.

Com informações: Hubspot, Kinsta e Weblink.

O que é CMS? [Sistema de Gerenciamento de Conteúdo]

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade