4 eventos ao vivo

No WhatsApp, figurinhas animadas exibem filmes como 'Shrek' na íntegra

Os stickers animados chegaram ao aplicativo de mensagens neste mês para todos os usuários e já tem gente subvertendo a ideia; produções como 'Procurando Nemo' e 'Ratatouille' também ganharam versão miniatura

21 jul 2020
18h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O filme do Shrek foi acelerado para se tornar uma figurinha de poucos minutos
O filme do Shrek foi acelerado para se tornar uma figurinha de poucos minutos
Foto: Reprodução/YouTube / Estadão

Até pouco tempo atrás, quem animava as conversas no WhatsApp eram só os emojis. Depois, vieram as figurinhas personalizadas, oferecendo a opção de transformar seu próprio rosto em um sticker. Agora, neste mês, o aplicativo ganhou figurinhas animadas - e bastaram poucos dias para a internet "quebrar" a função no meio. Nos últimos dias, começaram a rodar pela plataforma stickers que reproduzem, na íntegra, filmes como Shrek, Barbie, Ratatouille, Procurando Nemo e Bee Movie.

As figurinhas são uma espécie de gif, que reproduzem as cenas dos filmes de forma acelerada. Para conseguir caber dentro de uma figurinha, a maioria das imagens acaba sendo exibida em baixíssima qualidade. O WhatsApp não ensina como fazê-las: a plataforma mostra apenas como baixar pacotes de stickers na própria plataforma. Possivelmente, essas figurinhas de filmes são criadas em sites não oficiais, comprimindo as horas dos filmes em gifs de poucos minutos.

A criação, porém, tem problemas: nas redes sociais, alguns usuários reclamam que as figurinhas de filmes travam o aplicativo. Também é bastante possível que as figurinhas criem problemas legais para o WhatsApp, uma vez que exibem material protegido sob direito autoral dentro da platforma - mas, até o momento, nenhum estúdio de Hollywood se queixou com a empresa de Mark Zuckerberg.

Depois de vários testes na versão beta, os stickers animados chegaram ao aplicativo de mensagens neste mês para todos os usuários. A novidade é uma tentativa do WhatsApp para bater de frente com concorrentes diretos, como o Telegram, que já tinha o recurso há mais tempo.

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade