0

Receita do Yahoo! fica abaixo das previsões para o 1° tri

16 abr 2013
20h37
atualizado em 17/4/2013 às 09h35
  • separator
  • 0
  • comentários

A receita do Yahoo! no primeiro trimestre ficou abaixo das expectativas de Wall Street e seu negócio de publicidade gráfica teve queda nas vendas pelo segundo trimestre consecutivo, derrubando a ação da companhia de internet em cerca de 4%. O papel do Yahoo!, que disparou mais de 50% desde que a presidente-executiva, Marissa Mayer, assumiu o cargo em julho, recuou para US$ 22,90 no after-market nesta terça-feira.

Logo do Yahoo é fotografado em frente a prédio em Rolle, Suíça. O Yahoo está deixando de oferecer sete produtos, incluindo um aplicativo para celulares inteligentes da Blackberry, em uma decisão da presidente-executiva, Marissa Mayer, que se assemelha à estratégia do Google de eliminar grupos de produtos que não foram bem-sucedidos. 12/12/2012
Logo do Yahoo é fotografado em frente a prédio em Rolle, Suíça. O Yahoo está deixando de oferecer sete produtos, incluindo um aplicativo para celulares inteligentes da Blackberry, em uma decisão da presidente-executiva, Marissa Mayer, que se assemelha à estratégia do Google de eliminar grupos de produtos que não foram bem-sucedidos. 12/12/2012
Foto: Denis Balibouse / Reuters

"As pessoas ficaram decepcionadas com os números sobre publicidade porque esse é o principal negócio do Yahoo!", disse o analista Sameet Sinha, do B. Riley Caris.

O Yahoo! também projetou receita líquida de US$ 1,06 bilhão a US$ 1,09 bilhão no segundo trimestre em uma apresentação publicada em seu site após a divulgação dos resultados nesta terça-feira. Os números vieram abaixo das expectativas de analistas, que previam receita líquida de US$ 1,11 bilhão no segundo trimestre, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Marissa Mayer assumiu como CEO do Yahoo! em julho de 2012
Marissa Mayer assumiu como CEO do Yahoo! em julho de 2012
Foto: Getty Images

Marissa, uma ex-executiva do Google, está tentando revitalizar as operações do Yahoo!. Embora a empresa outrora figurasse entre as companhias mais poderosas da indústria da internet, ela perdeu seu apelo entre consumidores e anunciantes em favor de rivais como Google e Facebook.

A executiva disse que desenvolver melhores produtos online que convençam consumidores a gastar mais tempo em propriedades do Yahoo! e produzir novos serviços para smartphones e outras plataformas móveis têm importância fundamental na recuperação da companhia.

A receita líquida, que exclui tarifas compartilhadas com sites parceiros, ficou em US$ 1,07 bilhão no primeiro trimestre, aproximadamente estável frente ao mesmo período no ano anterior, de acordo com o Yahoo!. A receita líquida veio na extremidade inferior da previsão de até US$ 1,1 bilhão colocada em janeiro, no que foi a primeira projeção financeira oferecida pelo Yahoo! desde que Marissa assumiu a presidência da empresa. 

O Yahoo! disse ter lucrado US$ 390 milhões ou US$ 0,35 por ação nos três primeiros meses do ano, frente a US$ 286 milhões, ou US$ 0,23 por ação, no primeiro trimestre de 2012.

A receita com anúncios gráficos recuou 11% frente ao mesmo período no anterior, excluindo itens. Já a receita baseada em anúncios em busca cresceu 6% na base anual, considerando números ajustados.

"Esperávamos que a receita com anúncios em páginas caísse em torno de 9%, mas ela caiu 11%", disse Sinha, do B. Riley Caris.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade