1 evento ao vivo

Mesmo com Galaxy S5, Samsung tem queda em vendas e lucro

A companhia sul-coreana registrou lucro equivalente a R$ 13,68 bilhões, uma queda de 15%, no trimestre

31 jul 2014
10h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Samsung culpa semestre de lucro baixo e variação pela queda do lucro operacional</p>
Samsung culpa semestre de lucro baixo e variação pela queda do lucro operacional
Foto: Kim Hong-ji / Reuters

A Samsung anunciou nesta quinta-feira o seu pior relatório financeiro trimestral de lucros em dois anos. O resultado reduz as expectativas da empresa para o segundo semestre.  

A companhia sul-coreana teve um lucro de 6,25 trilhões de wons (equivalente a R$ 13,68 bilhões), uma queda de 15% em comparação ao último trimestre - o lucro operacional teve 7,19 trilhões de wons, uma queda de 15% em relação aos primeiros três meses de 2014, quando comparado ao mesmo período no ano passado o declive é de 25%.

O relatório financeiro ainda aponta que a área móvel da empresa (tablets e celulares) gerou a maior parte do dinheiro no período, com um lucro operacional de 4,42 trilhões de wons. Nas vendas, a receita total foi de 52,35 trilhões de wons com a área de mobile sendo sua principal contribuinte com 27,5 trilhões de wons, queda de 12%.

De acordo com a Samsung, a venda de tablets e smartphones continua a mesma, embora tivesse esta queda nas vendas de tablets e smartphones em relação ao trimestre anterior. A análise da empresa ainda culpa o segundo semestre “tradicionalmente com baixos lucros”, embora a empresa esperasse que o Galaxy S5 ajudassem a impulsionar as vendas, uma vez que o carro-chefe dos smartphones da companhia sul-coreana estivesse batendo o principal concorrente, iPhone 5S, por 10% em maio, segundo a própria companhia.

A Samsung ainda culpou a apreciação no valor da moeda local da Coreia do Sul, o won, como parte da queda dos lucros operacionais.

TVs, PCs e próximo semestre
Por outro lado, a comercialização de TVs no período da Copa do Mundo contribuiu para o aumento da demanda de televisões 8% no trimestre, sendo que a América Latina representa 15% deste crescimento.

O fim do suporte ao Windows XP pela Microsoft também foi fator de crescimento em outro setor, monitores e notebooks, 1 % no trimestre.

Para o próximo semestre, a Samsung espera crescimento no mercado de TVs de ultra-alta definição (resolução quatro vezes maior que os televisores de alta definição).

No mercado de tablets e smartphones, a Samsung reconhece que a disputa deve se “intensificar” com novos modelos e preços prestes a competir com a empresa. A Samsung espera crescimento na China devido à expansão do 4G no país e um menor estoque para a Europa.

Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade