3 eventos ao vivo

Algoritmo prevê quem sobrevive em "Game of Thrones"

Estudantes de universidade alemã desenvolveram uma aplicação para saber quem têm mais chance de morrer na última temporada da série

12 abr 2019
13h06
atualizado às 14h59
  • separator
  • comentários

Se você é fã de "Game of Thrones" e gosta do elemento surpresa, pare de ler agora.

Estudantes da Universidade Técnica de Munique desenvolveram um aplicativo para prever quais personagens têm a maior chance de reivindicar o trono de ferro no sucesso da HBO sobre famílias guerreiras.

Trono de Ferro no set de filmagens da série Game of Thrones em Belfast, na Irlanda do Norte
24/06/2014 REUTERS/Phil Noble
Trono de Ferro no set de filmagens da série Game of Thrones em Belfast, na Irlanda do Norte 24/06/2014 REUTERS/Phil Noble
Foto: Reuters

Eles criaram o aplicativo para vasculhar a internet por informações sobre cada uma das personagens, o que é, então, processado por algoritmos de inteligência artificial a fim de acessar suas chances de sobrevivência.

"Nós extraímos os resultados de diferentes páginas da Wiki e outras semelhantes sobre os livros e a série e extraímos dados como gênero e idade das personagens", disse o estudante Christian Dallago. "Colocamos tudo isso junto para treinar o algoritmo para nos dizer quando essa personagem vai morrer." Há uma grande chance de o aplicativo acertar.

Em 2016, um algoritmo criado por estudantes de Ciência da Computação na mesma universidade pouco antes do início da sexta temporada, previu corretamente que Jon Snow ressuscitaria.

Se você ainda estiver lendo, claramente não é fã de reviravoltas.

Então aqui vai: a Inteligência Artificial previu que Daenerys Targaryen tem a melhor chance de sobreviver na temporada final, que começa no domingo.

Veja também o novo episódio do podcast Terra Entretenimento:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade