PUBLICIDADE

Microsoft registra lucro 43,8% maior puxado por Windows, Xbox e nuvem

A Microsoft ainda surfa a onda provocada pela pandemia, segundo os resultados do 3º trimestre fiscal, encerrado em março

27 abr 2021 22h23
ver comentários
Publicidade

A Microsoft revelou, nesta terça-feira (27), os seus resultados financeiros do terceiro trimestre fiscal, encerrado em março. De acordo com o relatório, a empresa obteve aumento de 43,8% no lucro do período, passando a US$ 15,46 bilhões. Já a receita subiu 19,1%, para US$ 41,71 bilhões. Os resultados superaram as expectativas de Wall Street.

Microsoft
Microsoft
Foto: Mohammad Rezaie/Unsplash / Tecnoblog

A companhia atribui o forte crescimento aos serviços em nuvem e produtos relacionados ao trabalho remoto e à educação à distância, impulsionados durante a pandemia de COVID-19.

"Após um ano de pandemia, as curvas de adoção digital não estão diminuindo. Eles estão acelerando e é apenas o começo ", disse Satya Nadella, CEO da Microsoft, em comunicado.

De acordo com a Microsoft, a receita em Produtividade e Processos de Negócios, que também inclui o Teams, foi de US$ 13,6 bilhões, um crescimento de 15%, puxado especialmente por serviços em nuvem do Office. A receita do LinkedIn também aumentou 25% no período, e a receita de produtos Dynamics e serviços em nuvem aumentou 26%.

"A nuvem da Microsoft, com suas soluções ponta a ponta, continua a fornecer valor atraente para nossos clientes, gerando US $ 17,7 bilhões em receita de nuvem comercial, um aumento de 33% ano a ano", afirmou Amy Hood, vice-presidente executiva e diretora financeira da Microsoft.

O relatório revela ainda um crescimento de 23% em nuvem inteligente, passando a US$ 15,1 bilhões. O resultado foi puxado pelo aumento de 50% na receita do Azure, seguindo o mesmo patamar visto no trimestre anterior.

Windows e Xbox impulsionam setor de computação pessoal

Os ganhos com o setor "Mais Computação Pessoal" cresceram 19%, para US$ 13 bilhões, com influência da receita do licenciamento do Windows, que aumentou 10%, bem como os serviços comerciais do sistema.

Outra área que cresceu devido às medidas de isolamento foi o de games - a Microsoft também o inclui no grupo de Mais Computação pessoal -, reportando uma  receita de conteúdo e serviços do Xbox 34% maior. Vale destacar que a empresa surfou o lançamento dos novos consoles, Xbox Series X e S.

Por fim, o Surface atingiu U$ 1,5 bilhão de receita no terceiro trimestre, um crescimento de 12%. A Microsoft acaba de lançar o Surface Laptop 4, diversificando o processamento entre Intel e AMD, e o Surface Pro 7+ foi apresentado com fins educacionais no início do ano.

Com informações: Microsoft

Microsoft registra lucro 43,8% maior puxado por Windows, Xbox e nuvem

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade