PUBLICIDADE

Metaverso está mais próximo do seu trabalho do que você imagina

O metaverso, que abrange um conjunto de tecnologias que integrará para sempre a nossa vida física com a virtual.

17 dez 2021 08h30
ver comentários
Publicidade
Imagine a sua empresa vendendo produtos e serviços para serem usados por avatares?
Imagine a sua empresa vendendo produtos e serviços para serem usados por avatares?
Foto: The People Speak

“A reunião estava se encaminhando para o fim. Eu ouvia atentamente o colega em pé no quadro negro onde terminava sua explicação sobre o funcionamento de um processo de atendimento de um cliente. Meu horário, sempre complicado, me impedia ficar já que precisava sair dali para outra reunião. Olhei o relógio na tela do meu notebook que estava na mesa e olhei pela janela. Lá fora tinham carros voadores passando e a noite estava começando a cair...”

Eiii calma!! Essa história, não é ficção!

Foi assim a minha experiência no Metaverso nesta semana! O amigo que apresentava escrevendo no quadro negro estava sim em pé, mas em Londres e eu em Campo Grande no Pantanal brasileiro. Já os carros voadores faziam parte da sala de reuniões virtual do Horizon Workrooms, o programa que utilizamos para nos reunir, aliás a sala estava toda preparada incluindo o logo da empresa, quadros na parede e a janela mostrando uma cidade futurista lá fora.

E acredite, a imersão foi tão fascinante que acabei "destorcendo" o meu nariz (como muitos ainda fazem) e abracei de vez esse movimento que já está revolucionando as nossas relações.

Você pode achar que isso está beemmm distante da sua realidade, mas não é verdade!

Hoje vimos o esforço de empresas e líderes tentando compreender como será o futuro do trabalho no novo normal com o fim (assim esperamos) eminente da pandemia.

Será que o presencial voltará com força? Será virtual? Ou o que todos apostam: Híbrido?

Bom, acredito que nenhum deles. Um processo imersivo muito diferente do Híbrido que todo mundo fala!

Estamos encontrando um novo caminho que chegará de maneira tão natural que parecerá aquele amigo que você conheceu aleatoriamente e que hoje está sentado no seu sofá falando de futebol ou economia!

O metaverso, que abrange um conjunto de tecnologias que integrará para sempre a nossa vida física com a virtual. É como se fosse a queda da barreira daquilo que ainda temos ao nos “conectarmos” e “desconectarmos”. No futuro essa vivência será uma coisa só, tão livre e natural que faremos coisas na vida virtual para a vida física como curtir um show com amigos e vice-versa como experimentar virtualmente uma roupa, mas pedir para ser entregue em nossa casa física.

Imagine que hoje o que conhecemos como Híbrido é uma junção de dois mundos bem delimitados, ou você faz reuniões no trabalho fisicamente, ou virtualmente. Agora imagine que sua participação virtual de hoje tira um monte de experiências importantes pois você ainda está falando com uma tela “2D”. O som de uma pessoa falando vai diretamente para seus ouvidos de forma “opaca” e “linear”. Na imagem parece que todos estão de frente para você, o que não acontece de fato pessoalmente.

Agora imagine ter a oportunidade de esquecer que está virtualmente de tão imersiva é sua experiência. Você ouve um comentário de alguém que está a sua esquerda com mais clareza e mais perto do seu ouvido esquerdo. Imagine ter conversas paralelas com pessoas ao seu lado sem atrapalhar a reunião, mesmo assim, sem sair do ambiente. Algo impossível via Zoom, por exemplo.

É isso que o metaverso promete: um espaço que confundirá nossos sentidos e eliminará a sensação de “virtual” que temos hoje.

Ok, parece algo muito disruptivo para acontecer por agora, tipo uma “Matrix”, mas acredite isso mudará de vez a minha e a sua vida, incluindo o seu TRABALHO!

Como o Metaverso vai se popularizar e chegar na sua casa?

Olha eu não estou sozinho nesse “sonho”. Nessa semana Bill Gates profetizou que em 3 anos a maioria das reuniões de trabalho acontecerão lá no Metaverso. Eu não costumo ir contra o Bill, ele sabe das coisas! Quem aí lembra da previsão dele em 2015 de que o mundo estava perto de uma pandemia?

Bom, esse tipo de previsão não tem a ver com dons sobrenaturais e sim o caminho natural de movimentos exponenciais que nascem muito caros e para poucos (early adopters) e depois se democratizam para o mundo todo. Algo que aconteceu com o streaming, com as fotografias digitais em celulares mais potentes que máquinas e tantos outros.

Aliás, se traçarmos um paralelo entre a velocidade de democratização da fotografia digital lá nos anos 1980 na Kodak e ela hoje fazer parte da vida de todo mundo, estamos falando de um período de maturação com cerca de 20 anos. O conceito de Metaverso também está próximo desse número mágico. A primeira tentativa foi o jogo Second Life que nasceu em 2003 e caiu no esquecimento (momentâneo) do mundo e que agora vê isso pulsar e explodir novamente em todos os lugares!

Então, estaríamos falando que faltam 2 anos para atingirmos a mesma maturidade da fotografia digital, popularizando e deixando essa tecnologia mais barata. Eu mesmo comprei recentemente meu Oculus Quest 2 de realidade mista por 300 dólares (cerca de R$ 1.800), ou seja, 5x mais barato que o desejado iPhone 13 que você tem uma experiência 2D em uma telinha de 6 polegadas!

Isso quer dizer que esse movimento já está se popularizando. Segundo o Kantar Ibope Media, erca de 5 milhões de brasileiros já transitam em algum mundo do Metaverso!

Por fim, o caminho da evolução desses óculos é que você não precisará mais usar seu notebook nem seu celular. Será tudo em um dispositivo, contemplando todas as funções aliado a uma experiência incrivelmente melhor do que tudo o que você já experimentou.

E se você ainda não acredita no Metaverso invadindo seu trabalho, pense que no mínimo a sua empresa vai preferir adquirir óculos para a equipe trabalhar a notebooks e celulares.

ORPOTUNIDADE DE NEGÓCIO: Um novo e único Metaverso ou inúmeros mundos que já estão entre nós e você nem percebeu?

Se você gosta de jogos ou tem filhos que gostam, você já deve ter ouvido falar no Fortnite ou Roblox certo? E se eu te contar que esses jogos já são universos virtuais que fazem parte desse “ecossistema” do conceito Metaverso? Isso mesmo, seu filho já está lá e você talvez nem tenha percebido!

Nesses universos a economia já funciona em um formato que parece difícil de entender para quem está de fora. É possível adquirir roupas, ingressos para cinema, tudo online e exclusivamente para uso virtual.

Mas o que parecia brincadeira de criança começa a ficar sério e diversas empresas começam a montar suas lojas no Metaverso. Como é o caso da Gucci, Tommy Hilfiger, Polo, Nike e tantas marcas reais que começam a vender seus produtos e LUCRANDO em moeda digital, o equivalente a milhões de dólares!

No Brasil também é o caso da “O Boticário” que construiu sua primeira loja no Metaverso, na plataforma Avakin Life e até o Banco do Brasil montou sua primeira agência por lá, mas na plataforma GTA RP.

Não se confunda, essas duas ações aconteceram AINDA em “mundos diferentes” do Metaverso.

Isso quer dizer que o Metaverso ainda é difuso e cheio de universos separados que não se conectam entre si. Mas, no futuro, a ideia é que ele seja uma plataforma interoperável, ou seja, que você consiga reutilizar seu avatar, suas compras digitais como bolsas, sapatos, roupas e casas no Metaverso para utilizar em diversos mundos. Afinal quem montaria um avatar com um tênis Nike Jordan ou uma bolsa da Gucci no Metaverso só para usar em um dos mundos que você terá à disposição para navegar?

Por isso compreendemos que o Metaverso não será um ambiente de monopólio, por exemplo do Facebook ou qualquer outra empresa de tecnologia, já que será possível navegar e viver em mundos diferentes construídos por diversas empresas, mas conectados entre si.

Agora imagine a sua empresa vendendo produtos e serviços para serem usados por avatares? É um oceano azul que em breve a maioria dos empresários compreenderão que mais do que ter e-commerces para vender produtos físicos, é de fato embarcar com produtos digitais para avatares e suas casas virtuais.

Esse é o futuro! E você será sugado por ele, queira você ou não!

(*) Eberson Terra é autor do livro “Carreiras Exponenciais”, executivo da área da Educação e LinkedIn Top Voice.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade