PUBLICIDADE

Mercado de apps está mudando o ensino remoto no Brasil

Especialista defende que o ensino via internet é irreversível. Assista ao vídeo.

15 abr 2022 04h00
ver comentários
Publicidade
Alfredo Freitas especialista em educação e tecnologia, diretor da Ambra University 
Alfredo Freitas especialista em educação e tecnologia, diretor da Ambra University
Foto: Onevox Brasil / Divulgação

O mercado de apps movimentou US$ 6,3 trilhões até 2021 no Brasil. Mais de 60% dos adultos declaram ter um smartphone no país, de acordo com pesquisa divulgada pelo Instituto Pew Research Center. O especialista em educação e internet, Alfredo Freitas, que dirige a universidade americana Ambra University, acredita que a nova era de aplicativos vai revolucionar a educação.

O mercado mundial de aplicativos está em franco crescimento. Estudo recente mostrou movimento de US$ 6,3 trilhões até 2021. O comércio eletrônico representa a mola motriz que impulsiona este crescimento. O mercado foi ainda mais aquecido durante a pandemia quando o ensino remoto teve a maior adesão da história no país. Outro fator, foi a redução tributária sobre produtos de informática aplicada pelo Governo Federal no ano passado.

Para Alfredo Freitas, o impacto da digitalização nas rotinas pedagógicas educacionais foi acelerado nos últimos anos. Há 10 anos, a Ambra University forma online e em portugueses brasileiros interessados em obter o diploma americano.

“Ao longo desse tempo pudemos experimentar diversas ferramentas digitais para aprimorar o processo metodológico e de aprendizagem. É muito bom observar que as escolas e universidades presenciais estão perdendo o antigo preconceito e aderindo às novas tecnologias para melhorar o ensino”, afirma Alfredo Freitas.

Mercado de apps está mudando o ensino remoto no Brasil:

O brasileiro gasta, em média, mais de três horas por dia usando aplicativos em aparelhos de celular, como aponta um outro levantamento, da consultoria digital App Annie. O estudo avaliou dados da App Store e da Google Play e levantou que os usuários têm, em média, entre 70 e 80 aplicativos instalados, entretanto só fazem uso de metade deles, cerca de 30 a 40.

“Recursos como videoaulas gravadas, plataformas online para interação, aulas online e ao vivo, além de outras ferramentas online estão ajudando as escolas e universidades brasileiras a manter a qualidade da educação. O ensino via internet é irreversível, inclusive porque já está se adaptando às salas de aula, mesmo no retorno presencial”, explica Freitas.

Pesquisa recente com Dirigentes Municipais de Educação em todo Brasil, em mais de 4.472 municípios do país mostrou que 96% destes municípios (77% do total), já aplicaram recursos do ensino remoto para ajudar na recomposição pedagógica do ensino em 2020 e 2021.

(*) HOMEWORK inspira profissionais e empreendedores a trabalhar de um jeito mais inteligente, saudável, transformador. Nosso conteúdo impacta mais de 1 milhão de usuários únicos, todo mês. É publicado no Terra e compartilhado via redes sociais, WhatsApp e newsletter. Entre pra comunidade HOMEWORK!

Homework Homework
Publicidade
Publicidade