PUBLICIDADE

Lattes segue fora do ar; CNPq não dá novo prazo

Os sistemas do CNPq estão fora do ar desde 24 de julho; retorno estava previsto para a manhã desta segunda-feira (2)

2 ago 2021 15h25
| atualizado às 16h02
ver comentários
Publicidade

O CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) adiou o restabelecimento da Plataforma Lattes, Carlos Chagas e demais sistemas. Nesta segunda-feira (2), a agência de fomento à pesquisa afirmou que a verificação completa do equipamento que apresentou o problema continua em andamento. A previsão dada na semana passada era a de que os serviços voltariam a funcionar na manhã de hoje.  

CNPq
CNPq
Foto: Andréia Bohner / Flickr / Tecnoblog

A nota foi publicada pela agência no Twitter. O CNPq anunciou que sua equipe ainda está realizando uma verificação completa no "equipamento que apresentou problemas" em conjunto com a fabricante. "Essa verificação envolve uma série de testes, que foram realizados ao longo de todo final de semana, com pontuais instabilidades que estão sendo ajustadas para restabelecer a capacidade completa do storage", afirmaram.

A agência ainda informou que não identificou nenhuma perda de dados, mas não deu um novo prazo para o retorno das aplicações:

"Para garantir a segurança, a estabilidade e o bom funcionamento do equipamento, optamos por estender os testes até ser possível oferecer esse cenário seguro para disponibilização dos sistemas".

Na quinta-feira (29), o CNPq informou que havia uma perspectiva de "retorno do funcionamento na segunda-feira pela manhã, com o restabelecimento do acesso aos sistemas". Mas a Plataforma Lattes e os demais serviços continuam fora do ar.

O adiamento resultou em críticas nas redes sociais nesta segunda-feira (2). Em reação ao comunicado, usuários do Twitter questionaram e criticaram a ausência de uma nova previsão de restabelecimento dos sistemas do CNPq. "Continuamos sem Lattes e agora sem prazo", comentou uma pessoa. "O primeiro prazo não foi cumprido".

"Ao término do prazo para o restabelecimento dos sistemas publicado na nota anterior, uma nova nota informa que o problema não foi resolvido e não aponta um novo prazo", se queixou um usuário do Twitter. "E não era hoje que o Lattes ia voltar?", questionou outra pessoa. 

Usuários são direcionados a aviso de indisponibilidade ao acessar Plataforma Lattes
Usuários são direcionados a aviso de indisponibilidade ao acessar Plataforma Lattes
Foto: Reprodução/Tecnoblog / Tecnoblog

Fora do ar desde 24 de julho

O "apagão do CNPq" já dura mais de uma semana. Em 24 de julho, a agência de fomento à pesquisa anunciou que identificou uma indisponibilidade em seus sistemas, incluindo a Plataforma Lattes. O conselho, no entanto, não informou o motivo nem apresentou uma previsão de restabelecimento de seus serviços.

O segundo comunicado aconteceu no dia 26. Em nota, a instituição afirmou que estava atuando ao lado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações para solucionar a indisponibilidade. No dia seguinte, a agência também informou que havia realizado o diagnóstico e que ia dar início ao reparo. Mas também não deu previsão de retorno.

Na quarta-feira (28), o presidente do CNPq, Evaldo Vilela, informou que o problema foi causado por uma falha técnica no servidor. Vilela ainda ressaltou, ao lado do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, que os dados estavam sendo recuperados. "Com relação ao Lattes, já está recuperado", disse. "Nós temos backup".

A primeira estimativa de restabelecimento dos sistemas só surgiu na quinta-feira (29). A agência anunciou que havia uma perspectiva de retorno na segunda-feira (2) de manhã. Mas a retomada dos serviços foi adiada em uma nova nota publicada na tarde de hoje.

"Reforçamos, também, que os pagamentos dos bolsistas estão garantidos, não dependendo da restauração dos sistemas", destacaram na tarde desta segunda-feira (2). "Mais uma vez, lembramos que os prazos do CNPq serão prorrogados. Os novos calendários serão divulgados assim que restabelecermos os acessos".

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade