PUBLICIDADE

John McAfee é encontrado morto em prisão de Barcelona

Criador do antivírus McAfee estava preso desde outubro de 2020; a Justiça espanhola havia autorizado extradição para os EUA nesta quarta (23)

23 jun 2021 18h47
ver comentários
Publicidade

John McAfee, o criador do antivírus McAfee, foi encontrado morto em sua cela, na prisão Brians 2, em Barcelona, onde estava desde outubro de 2020. O empresário de 75 anos aguardava a resolução do pedido de extradição para os Estados Unidos, que foi concedido pela Justiça espanhola nesta quarta-feira (23).

John McAfee
John McAfee
Foto: Gage Skidmore/Flickr / Tecnoblog

McAfee vinha se dedicando às atividades no mercado de criptomoedas nos últimos anos, onde teria obtido lucros exorbitantes. Ele era acusado pelos EUA de sonegar milhões de dólares em impostos provenientes desses lucros.

De acordo com o El País, o Departamento de Justiça afirma que a causa da morte ainda está sob investigação, mas que as evidências indicam que McAfee cometeu suicídio. Ainda de acordo com as autoridades espanholas, os profissionais de vigilância do presídio tentaram manobras de reanimação quando encontraram McAfee desacordado, mas não obtiveram sucesso.

Sonegação e polêmicas envolvendo John McAfee

De acordo com os Estados Unidos, McAfee teria lucrado mais de US$ 10 milhões entre 2014 e 2018, proveniente de atividades no mercado de criptomoedas, consultoria, conferências e vendas de direitos para a produção de um documentário biográfico. Apesar disso, John não teria apresentado declarações fiscais sobre esses ganhos.

Os advogados de defesa chegaram a afirmar que McAfee foi processado por "razões políticas, ideológicas ou semelhantes", mas a hipótese foi descartada pelo Tribunal Nacional José de la Mata. Em declarações feitas nos últimos anos, John McAfee afirmava ser vítima de um complô.

O empresário enfrentou diversas polêmicas ao longo de sua vida, incluindo o vício em drogas - o que também o levou ao tráfico. Em 2009, ele se mudou para Belize após uma crise em seus negócios nos EUA. Por lá, McAfee onde abriu uma companhia farmacêutica, e logo depois apareceu no noticiário vinculado a criminosos e à morte de seu vizinho Gregory Faull. Ele também foi acusado de estuprar a parceira de negócios Allison Adonizio. Em 2010, a McAfee foi comprada pela Intel por US$ 7,68 bilhões.

A prisão em outubro de 2020 ocorreu no aeroporto El Prat, em Barcelona, quando McAfee estava prestes a embarcar em um voo com destino a Istambul. Ele foi encaminhado para a prisão Brians 2, onde permaneceu até esta quarta-feira (23). Em março, chegou a ser acusado formalmente de fraude em um esquema de criptomoedas pelo Departamento de Justiça americano.

Com informações: El País.

John McAfee é encontrado morto em prisão de Barcelona

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade