0

Japão libera uso da Enjin, 1ª criptomoeda para jogos no país

Enjin Coin se torna primeira criptomoeda para jogos regulamentada no Japão; plataforma permite criar e capitalizar jogos

20 jan 2021
20h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Enjin Coin (ENJ) se tornou a primeira criptomoeda para jogos a ser regulamentada no Japão. Um comunicado à imprensa enviado ao Coindesk nesta última terça-feira (19) informa que o token recebeu oficialmente a aprovação da Associação de Câmbio Virtual do Japão (JVCEA). A moeda digital deverá entrar na lista da bolsa Coincheck do Japão no dia 26 de janeiro, permitindo a compra de ENJ com ienes.

Enjin Japan (imagem: Divulgação/Enjin)
Enjin Japan (imagem: Divulgação/Enjin)
Foto: Tecnoblog

"Com Super Mario, Pokémon e Final Fantasy, o Japão é o lar de jogos pioneiros que ocupam um lugar duradouro na cultura pop", disse o CEO da Enjin, Maxim Blagov. "Acreditamos que alguns dos melhores games em blockchain do mundo virão da indústria de jogos japonesa."

"Após 1,5 anos de devida diligência, temos o prazer de anunciar que Enjin Coin foi aprovada pelo JVCEA e será listada na Coincheck Japan, tornando-o o primeiro token de jogos autorizado para uso no Japão", escreveu a conta oficial da plataforma no Twitter.

Plataforma de criação de jogos e ativos em blockchain

Tratando-se de um conceito ainda muito novo, a Enjin Coin faz parte de um ecossistema virtual que mescla ferramentas de criação de games, modelagem e programação com um mercado virtual hospedado na rede blockchain da Ethereum.

Através de softwares de desenvolvimento integrados, como Unity, Java e Godot, usuários da plataforma podem criar aplicativos, websites, games e itens virtuais individuais. Todas essas criações então são comercializadas através de um sistema de mercado virtual muito parecido com lojas in-game tradicionais.

O que une todas essas funcionalidades é o Enjin Coin, o token não consumível que permite realizar transações na plataforma. Um usuário pode criar itens individuais virtuais, colocá-los no marketplace e vendê-los por ENJ para outros usuários. Uma vez comprados, esses diferentes ativos podem ser aplicados e utilizados por outros usuários em suas próprias criações.

Enjin Marketplace (imagem: Reprodução/Enjin)
Enjin Marketplace (imagem: Reprodução/Enjin)
Foto: Tecnoblog

Moeda digital voltada à reserva de valor

A ENJ não foi criada para se tornar um ativo especulativo. Trata-se de uma maneira de jogadores e desenvolvedores capitalizarem o trabalho de sua criatividade. Assim, o token é voltado à reserva de valor e é armazenado na carteira virtual gratuita da Enjin. De maneira geral, a criptomoeda já é vendida por grandes exchanges internacionais, como a Binance, Gemini e Coinbase. Devido às regulamentações mais rígidas no Japão, a criptomoeda é a primeira a chegar legalmente ao país.

Com informações: Coinbase

Japão libera uso da Enjin, 1ª criptomoeda para jogos no país

Veja também:

Por que o Facebook bloqueou conteúdos na Austrália?
Tecnoblog
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade